Segunda chamada do Programa StartUP Pará recebe 92 projetos

Com participação de pessoas físicas e jurídicas, a chamada terá investimento de R$ 7,2 milhões

23/12/2021 18h39 - Atualizada em 23/12/2021 22h31

A segunda chamada do Programa StartUP Pará, estratégia estadual para incentivar o desenvolvimento do empreendedorismo inovador, recebeu 92 submissões de projetos. O edital contou com a adesão de propostas oriundas de 17 municípios paraenses, além de Macapá (Amapá) e São Paulo (SP).

As principais áreas de atuação dos projetos submetidos foram Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), com 46% das propostas enviadas; Educação (23%); Saúde (22%); Logística (19%) e Agrotech (17%).Equipe Medbolso, uma das startups instaladas no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá

Os municípios de Belém e Ananindeua, na Região Metropolitana, respondem por 61% das propostas enviadas, seguidos por Santarém (13%); Tucuruí (4%) e Abaetetuba (3%). O edital prevê a seleção de até 80 propostas para o recebimento de qualificação técnica, e até 60 para investimento do governo. 

Dividido em duas modalidades, o programa possibilita a participação de pessoas físicas e jurídicas. O valor global investido na chamada será de R$ 7,2 milhões. "A necessidade de apoio a inovações sempre foi fator preponderante para a competitividade entre as empresas. Assim, o StartUP Pará se torna uma estratégia fundamental para fomentar o espírito empreendedor e a prosperidade econômica", ressaltou a coordenadora do programa, Maria Trindade.

"O resultado da segunda chamada representa a expectativa de uma ação governamental contínua, tecnicamente coerente e coordenada com a mobilização dos recursos necessários, para apoiar soluções que venham trazer impactos positivos para todos", acrescentou a coordenadora.

O resultado preliminar da etapa de enquadramento das propostas, em que o comitê irá avaliar se a documentação enviada está de acordo aos termos do edital, será divulgado a partir do dia 14 de janeiro de 2022.

StartUP Pará - Iniciativa do Governo do Pará para auxiliar o desenvolvimento de projetos e empresas inovadoras, o StartUP Pará é realizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá, instituição que administra o Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, em Belém.

O programa prevê o lançamento de quase dez editais. A primeira chamada, lançada em 2019, qualificou 27 startups. O terceiro edital, com ênfase na transformação digital de micro, pequenas e médias empresas paraenses, está com inscrições abertas até o dia 24 de janeiro de 2022. Mais informações no site https://startuppara.com.br/

Por Juliane Frazão (PCTGuamá)