Emater incentiva o protagonismo de produtores rurais em Igarapé-Açú

11/11/2021 16h14 - Atualizada em 11/11/2021 16h44

Com melhorias entregues no escritório da Empresa (Emater) em setembro, pelo governador Helder Barbalho, a instituição avança com ações e articulações com outros órgãos em Igarapé-Açu, na região de integração Guamá. 

Roberval Carrera, produtor rural que vive em uma unidade familiar que produz mamão, maracujá, pimenta-do-reino e produção de aves, foi um dos beneficiados com as melhorias. “Somos oito irmãos, sendo que quatro trabalham na agricultura e estamos passando para a avicultura. Somos netos de cearenses, meu avô chegou em 1915 nessa região e desde então viemos passando de geração em geração. Agora, já estou com meus filhos e melhorou mais quando viemos para a avicultura porque é um lucro bom e tiramos o esterco para adubar a plantação da gente", conta Roberval.

Na unidade familiar, cada membro produtor precisa emitir uma Declaração de Aptidão (DAP), com atuação da Emater.  “Meu filho precisou puxar uma DAP para comprar uma caminhonete e conseguimos via Marapanim. Agora, a Emater de Igarapé-Açu deu uma melhorada, mais modernidade, pessoas mais novas estão nos atendendo", comenta o produtor.

Roberval Carrera, produtor ruralEm visita à propriedade, os técnicos extensionistas puderam conhecer as implantações realizadas pela família, que avança para executar um segundo lote de produção de aves. “A nossa perspectiva é aumentar a produtividade, porque está dando certo, são sete a oito lotes por ano. Nosso sonho é aumentar para deixar para os nossos filhos, que são as nossas sementes. Tirando outra DAP quem sabe a gente não consegue um investimento bom, bancário. Esse aqui nosso foi com recursos próprios”, acrescenta Roberval.

De acordo com Roberto Prado, chefe local interino do escritório da Emater, as oportunidades são no âmbito do Pronaf. “A pretensão dele é adquirir financiamento para custeio de compra de ração e adubo químico para os trabalhos da propriedade. É muito bom quando o produtor é acessível, adota as técnicas apresentadas. Ele participou de vários intercâmbios com outros produtores e assimilou a tecnologia muito bem e fez adaptações e está aplicando", pontua Roberto frente às técnicas adotadas pelo produtor na avicultura e agricultura.

Roberto Prado, chefe interino da Emater O Programa Nacional de Fortalecimento a Agricultura Familiar (Pronaf) oferece dois tipos de atendimento sendo um de acesso a microcrédito, destinado a produtores em fase inicial, e o de macrocredito. "É voltado àqueles em fase mais elevada, que já tem acompanhamento da Emater há algum tempo, como é o caso do Roberval que já é um produtor, aplica as tecnologias avançadas e conquistou uma produção bem maior. O macrocrédito para ele poderá chegar até R$ 360 mil", sugere o chefe local interino.

Além da emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf, a DAP, documento de acesso às políticas públicas como Pnae e PAA, os técnicos da Emater também viabilizam, por meio de projetos, recursos de crédito rural.

A Emater também participa da execução do  Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, iniciativa de transferência de renda do Governo Federal que estimulação o dinamismo dos territórios rurais, por meio de orientação às famílias.

Tonildes Lisboa de Ataíde- sociólogo e técnico da EmaterTonildes Lisboa de Ataíde, sociólogo e extensionista rural, explica que não é suficiente distribuir renda e crédito para o agricultor, é preciso envolver as famílias no processo de seu desenvolvimento. "Em um município como Igarapé-Açu sabemos das nossas limitações e por isso articulamos com outras instituições como a prefeitura, Embrapa, Ufra, que fazem parte do Conselho de Desenvolvimento Rural. Junto com a nossa equipe técnica temos lideranças de agricultores nos ajudando a elaborar projetos, tornando as comunidades cada vez mais independentes”, pontua.

No Programa "Fomento" cada família recebe R$ 2.400 não reembolsáveis. "Já saiu a primeira parcela. Mas queremos que isso seja o início de um processo. Estamos organizando os polos de produção no campo, espaços sociais importantes para a articulação que facilita, inclusive, o trabalho de assistência técnica e extensão com rural com a promoção de palestras e oficinas", acrescenta Tonildes.

Mais investimentos e obras na cidade

Em setembro deste ano, o governador do Pará, Helder Barbalho, assinou, em Igarapé-Açu, a ordem de serviço para o início imediato da obra de pavimentação da rodovia PA-424, na região de Integração do Guamá. No total, os 26 quilômetros de extensão da rodovia estadual serão totalmente pavimentados, além de receberem sinalização horizontal e vertical. Um investimento de mais de R$ 18 milhões e vai trazer segurança viária para pedestres, ciclistas e motoristas.

Além disso, o governo estadual firmou um convênio com a prefeitura para a recuperação de 33 quilômetros de estradas vicinais municipais. O convênio prevê a contrapartida de quase R$ 8 milhões da Secretaria de Estado de Transportes (Setran) e R$ 325 mil da prefeitura local, totalizando mais de R$ 8 milhões em investimentos. 

Enquanto isso, outras ruas já receberam as obras e já são realidade. Doze vias receberam asfalto, drenagem superficial, calçada e meio fio, o que garante mais infraestrutura e qualidade de vida para a população local e motoristas.

Outro convênio que merece destaque é o de cooperação técnica, assinado entre o Governo do Estado, por meio da Sedop, e o município de Igarapé-Açu. A parceria objetiva realizar a reforma, ampliação e reestruturação do terminal rodoviário da cidade. A obra contará com investimento estadual de R$ 7,2 milhões e o projeto será executado pela prefeitura do município.

Educação também é prioridade. A parceria firmada entre o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), com a Prefeitura Municipal de Igarapé-Açu, vai possibilitar a completa readequação de três unidades na zona rural e uma na área urbana. No total, mais de 1,2 mil alunos do Ensino Fundamental, Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Atendimento Educacional Especializado (AEE), serão beneficiados com as melhorias.

Na zona rural do município, as unidades que vão receber melhorias são: a Escola Estadual do Curi (Vila Curi), a Escola Estadual Antônio Alves Ramos (Vila São Jorge) e a Escola Estadual João Batista de Moura Carvalho (Vila Caripi). Todas elas serão climatizadas, pintadas, será feita a troca total dos mobiliários escolares e também vão ganhar equipamentos e materiais didáticos modernos.

Segurança - Desde setembro que a Polícia Militar conta com a nova sede da 3ª companhia orgânica do 5° Batalhão. As novas instalações, entregues pelo governador Helder Barbalho e pelo comandante-geral da PM, coronel Dilson Júnior, funcionam em um prédio totalmente reformado para receber a base da corporação, com circunscrição nos municípios de Igarapé-Açu, São Francisco do Pará, Magalhães Barata e Maracanã. Cerca de 100 policiais militares da companhia vão estar à disposição da população.
Além de obras, a população foi beneficiada com programas como o Sua Casa e a entrega de títulos de terra.

"Cada vez mais o governo do Estado vem valorizando a Emater Pará e fazendo investimentos para que cada vez mais possamos atender melhor o nosso agricultor, principalmente o familiar", finaliza Rosival Possidônio, presidente da Emater.

Por Dayane Baía (SECOM)