Dia especial para crianças atendidas pelo Hemopa

21/12/2018 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Cerca de 60 crianças com doenças hematológicas e que fazem acompanhamento na Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) tiveram uma quinta-feira especial. Com direito a muitas brincadeiras, animação, Papai Noel e presentes, elas participaram de uma Festa de Natal em um parque infantil. A ação é resultado do trabalho de humanização da Fundação e tudo, do espaço aos presentes, foi fruto do voluntariado.

A dona de casa Maria Madalena Calandrini era pura felicidade. O filho mais velho, Isaac Calandrini, de 10 anos, é portador da aplasia medular, doença caracterizada pela alteração no funcionamento da medula óssea, que não consegue produzir de forma satisfatória as células do sangue (hemácias, plaquetas e leucócitos). “Ano passado ele teve dois AVCs e ficou com a mobilidade comprometida. Os dois irmãos deles são mais novos e acaba que eles também não se divertem muito. Ver os três assim é maravilhoso”, disse.

E a comemoração foi ainda mais especial para o Abadias Braga. Desde os nove meses de idade, ele faz tratamento no Hemopa por causa da anemia hemolítica. A criança completou seis anos no dia da festa. “Meu filho nunca tinha vindo num lugar assim, um espaço tão bonito, com tantos brinquedos pra ele brincar. É um presente pra ele, tô muito feliz hoje”, conta a mãe do menino, Rita Braga.

A presidente da Fundação Hemopa, Ana Suely Leite Saraiva, ressalta que a programação fora da instituição é muito importante para os pacientes. “Eles tiram o foco dos problemas de saúde. É um trabalho que realizamos sempre que possível. A forma de acolhimento dos nossos pacientes sempre foi muito humanizada e isso foi se estruturando em Política”, ressaltou.

A Festa de Natal é realizada há mais de 10 anos e faz parte do Projeto de Atividades Sócio-Culturais e Recreativas que está dentro do Programa de Humanização da Fundação Hemopa. “Consideramos a saúde como uma ação integral. O lazer faz parte da saúde. Essas ações proporcionam que as crianças tenham acesso a espaços que normalmente não têm”, ressalta a gerente de Serviço Social, Cristina Santos.

A gerente conta ainda que a festa ajuda na adesão ao tratamento. “Eles se cuidam direitinho pensando na festa. Fazem a medicação porque sabem que precisam estar bem para brincar e ganhar presente. Para muitos deles, o brinquedo que ganham na festa do Hemopa já é o presente de Natal”, apontou.

Nesta ano, a festa foi realizada no Colmeia Park e Buffet Infantil. A gerente do espaço, Roberta Ribeiro, explica que sempre promovem eventos solidários em parceria com instituições públicas ou organizações não governamentais. “Poder ajudar a fazer a vida dessas crianças mais feliz, é maravilhoso. O sorriso deles é recompensador”, comemora.

Gincana - Todos os presentes foram obtidos com a realização da Gincana da Solidariedade “Caroline Borges”, que está em sua 11ª edição e tem como objetivo a integração dos servidores e a comunidade em geral com as ações de humanização desenvolvidas pelo hemocentro.

Os servidores do Hemopa que atuam da área técnica ficaram responsáveis pela doação de alimentos não perecíveis e, os da área administrativa, pela doação de brinquedos novos. As cestas básicas serão entregues aos familiares das crianças.

Os pacientes e seus familiares que não puderam ir à festa, principalmente àquelas oriundas do interior do estado, receberão os brinquedos e cestas básicas ao longo do mês de dezembro e janeiro, durante suas consultas com a equipe multidisciplinar. Por isso, a arrecadação de brinquedos e alimentos segue até o dia 28 de dezembro.

Além dos servidores, qualquer pessoa pode fazer a sua doação, basta procurar pela Gerência de Serviço Social que fica no térreo do Hemocentro Coordenador, de segunda a sexta-feira, de 8h as 17h. Em 2018, a iniciativa conseguiu arrecadar mais de 400 brinquedos e montar 120 cestas básicas.