SEDOP realiza análise estrutural do Estádio Mangueirão

Encontro serviu para alinhar e atualizar o andamento da obra. Também foram apresentados resultados sobre o trabalho realizado para traçar um diagnóstico sobre a estrutura atual do estádio

26/10/2021 10h15 - Atualizada em 26/10/2021 12h12

Representantes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) participaram, na tarde da última segunda-feira (25), de uma reunião com engenheiros responsáveis pelo projeto de modernização e reconstrução do Estádio Mangueirão, em Belém. O encontro serviu para alinhar e atualizar o andamento da obra. Também foram apresentados resultados sobre o trabalho realizado para traçar um diagnóstico sobre a estrutura atual do estádio. 

Ao longo dos últimos meses, o Mangueirão passou por uma série de ensaios técnicos que permitiram a identificação de problemas estruturais existentes na construção. O engenheiro civil carioca Marcello Martins vem sendo o responsável pela realização do trabalho. Com vasta experiência na área, o profissional acumula trabalhos importantes no currículo, como participações nas obras de reconstrução do ginásio do Maracanãzinho e do Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. 

Durante a reunião, o engenheiro destacou que o trabalho é importante para que possa ser restabelecida a integridade estrutural do estádio. “Foi feito um diagnóstico, a partir de uma série de ensaios diversos, para que a gente pudesse fazer um levantamento do estado de saúde do Mangueirão e, a partir daí, estabelecer procedimentos para que possa ser restabelecida a condição funcional da estrutura. É importante lembrar que uma obra dessa idade, se não tiver a manutenção feita agora, tende a se deteriorar mais ao longo do tempo.” explicou o engenheiro. 

O trabalho executado no estádio contou com equipamentos tecnológicos que identificaram e apontaram desgastes na estrutura do estádio. De acordo com o secretário Ruy Cabral, titular da Sedop, tudo está sendo feito para garantir a segurança do público que irá frequentar o Novo Mangueirão.

“É extremamente importante que tenhamos o conhecimento dos nossos deveres e obrigações. Hoje tivemos uma reunião importante sobre a situação atual do Mangueirão e a sua longevidade. Estamos avaliando a situação (do estádio) para que tenhamos o conforto e a segurança de informar que o público terá segurança. Estamos preocupados em solucionar problemas que porventura possam surgir. Vamos identificar estes problemas através de estudos e cuidar para que o estádio tenha longevidade e segurança.” destacou o gestor estadual.

A obra de reconstrução e modernização do Mangueirão garantirá a completa reestruturação do estádio, incluindo a renovação geral da pintura, reforma geral de banheiros e bares, substituição dos assentos das arquibancadas, substituição do gramado e piso da pista de atletismo, ampliação das áreas de circulação e adequação dos espaços atendendo as normas atuais de federações nacionais e internacionais de futebol. O Estádio também terá sua capacidade ampliada para 50 mil espectadores. O projeto tem previsão de conclusão para o final de 2022. 

Por Matheus Rocha (SEDOP)