São Félix do Xingu celebra ordem de serviço para a construção da ponte sobre o Rio Fresco

Governador foi ao município para assinar no local a determinação para uma obra aguardada por décadas por São Félix que tem o maior rebanho de gado do Estado

16/10/2021 14h27 - Atualizada em 16/10/2021 16h59

O governador Helder Barbalho saúda o marco histórico da assinatura da ordem de serviço para a construção da ponte sobre o Rio FrescoMais de 350 mil habitantes da região do Xingu, sudeste paraense, serão beneficiados com a construção da ponte sobre o rio Fresco, que integrará as regiões sudeste e sudoeste do Pará, em um grande plano de expansão da malha viária paraense. O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Transportes (Setran), autorizou a ordem de serviço para obra na tarde deste sábado (16), no município de São Félix do Xingu.  

“Hoje é um dia histórico. Sem dúvida, essa obra da construção da ponte do rio Fresco é uma obra esperada e aguardada por muitos e muitos anos, por décadas, e representa um novo tempo para a região. Por isso, o Governo do Estado pensa e executa esta obra de infraestrutura para integrar as regiões, para desenvolver o agroparaense, para fortalecer as vocações econômicas de somando a tantas outras ações como a que estamos executando“, destacou o governador do Estado, Helder Barbalho, que assinou o documento durante agenda no município neste sábado, 16. 

A ponte sobre o rio Fresco terá 10 metros de largura e 480 metros de comprimento, com 11 vãos, nove dos quais de 40 metros de largura e dois vãos centrais de navegação com 60m de largura e 14 metros de altura.

O prefeito João Cleber, de São Félix do Xingu, assina a ordem de serviço que realizará um sonho de décadas para o seu municípioO prazo de conclusão é de 12 meses. A estrutura será do tipo mista, em metal e concreto, com duas pistas de rolamento, duas faixas de pedestres e iluminação pública 100% LED.  Há décadas a travessia de passageiros e veículos sobre o Rio Fresco é feita por balsa, ou barcos, o que gera desconforto à população.  

REBANHO

A construção da ponte beneficiará também, diretamente, mais de 100 mil habitantes do município de São Félix do Xingu e indiretamente mais de 350 mil pessoas da Região do Xingu.  A obra terá forte impacto sobre a economia da região, já que vai facilitar o acesso às BRs-155 e 158, e o escoamento de produção, já que a cidade tem o maior rebanho bovino do Brasil. 

“Essa obra de interligação dentro do município de São Félix, uma ponte de 460 metros, investimento de mais de 56 milhões de reais, do Governo do Estado, foi pensada para garantir uma melhor dinâmica no fluxo de veículos, no fluxo de passageiros, entre a sede do município e o município de Itaboca. Além disso, essa ponte vai interligar a PA 279 e a BR 155 até o outro lado do rio Fresco, fazendo com que haja um melhor desenvolvimento econômico para aquela região, uma região pujante, que tem o maior rebanho de gado do nosso estado, um dos maiores rebanhos do nosso país. Então é o governo do Pará pensando no desenvolvimento econômico do estado, fazendo a diferença na vida das pessoas”, destacou o secretário de Estado de Transportes, Adler Silveira.

Para o funcionário público, Francisco Cabral, de 50 anos, o convênio entre Estado e prefeitura vai mudar a vida dos trabalhadores da região. “Essa manutenção vai ser importante porque sabemos que a agricultura familiar é uma base econômica e forte da cidade, pois eles dependem da cidade, então esse combustível é muito bem-vindo. Vai ser importante porque eles vão ter melhores condições de trazer o alimento até a cidade”, observou Francisco.

Travessia do Rio Fresco é feita por meio de balsa, o que dificulta e encarece o escoamento da produção agrícola em São Félix do Xingu Para o agricultor Raimundo Bernardino Silva, de 60 anos, a ponte vai facilitar o escoamento de produção das várias atividades agropecuárias do município. “Essa ponte é um sonho de muitos anos, tanto para nós da cidade quanto para os moradores do distrito de Taboca, então aqui vai ficar uma coisa muito boa e especial para os moradores de São Félix e para as pessoas que estão nas colônias, já que o número de pessoas é maior lá outro lado do rio. Graças Deus apareceu o governador Helder Barbalho, que teve a coragem e disposição de fazer essa ponte para nós”, pontuou ele, que mora no município há mais de 30 anos.

DESENVOLVIMENTO

A mesma opinião é compartilhada pelo autônomo Florentino de Souza Reis, 60 anos, morador de São Félix do Xingu. “Tudo isso é um grande benefício que o município está recebendo do governo do Estado, eu acredito no Helder Barbalho e sou eleitor do pai dele há muito tempo, então eu creio que agora essa ponte vai sair e ajudar muito o desenvolvimento econômico do município e em benefício de toda essa região, porque daqui para Taboca são mais de 100 quilômetros”, observou ele. 

Secretário Adler Silveira: ponte interligará a PA 279 e a BR 155, estimulando um melhor desenvolvimento econômico para aquela regiãoO município de São Félix do Xingu, na região sudeste, tem mais de 132 mil habitantes, segundo o IBGE/2020, e concentra o maior rebanho bovino do país.  A base da economia é a pecuária de corte. O prefeito João Cléber destacou que o pacote de benefícios destinado ao município vai impulsionar o desenvolvimento local.

“O Governador sabendo da necessidade, sabendo da importância dessa ponte, além da ponte tá trazendo segurança, dando título de terra, Adepará, entregando carro, a saúde, também investindo na saúde, na educação, isso é muito importante para o município. São Félix é um município que tem mais de 130 mil habitantes, tem uma economia pujante, uma das dez economias mais importantes do estado e está entre as dez populações do estado. Então, o governador olhando com bons olhos tá trazendo desenvolvimento para a nossa região. Só tenho a agradecer”, disse o prefeito. 

Participaram da agenda a primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, deputados José Priante e Miro Sanova, presidente do Iterpa, Bruno Kono, e demais autoridades locais. 

Por Bruno Magno (CPH)