Devoção marca sobrevoo da imagem Peregrina no Círio de Nazaré

Helicóptero do Governo do Estado ofertou apoio no traslado aéreo da imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, que percorreu os principais hospitais da Região Metropolitana, além do trajeto do Círio

10/10/2021 13h43 - Atualizada em 10/10/2021 14h32

Pelo segundo ano, mãos e olhares voltaram-se para os céus no segundo domingo de outubro, tradicionalmente marcado pela grande procissão do Círio de Nazaré. Neste domingo (10), uma aeronave do Governo do Estado ofertou apoio no traslado aéreo da imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, que percorreu os principais hospitais da Região Metropolitana, além do trajeto do Círio.

Após a missa na Catedral Metropolitana, presidida pelo bispo auxiliar de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, a imagem foi conduzida em carro oficial pelo entorno da praça Frei Caetano Brandão até o píer da Casa das Onze Janelas, onde foi colocada na aeronave.

Responsável por conduzir a aeronave empregada, o coronel PM Ricardo Freitas, integrante do Grupamento Aéreo de Segurança Pública desde a sua existência, destaca a responsabilidade pela grata missão que recebeu este ano. “Quando recebemos a missão de vir fazer o sobrevoo, tivemos grande satisfação porque pra todos nós é muito representativo e único. Principalmente neste momento de pandemia, ela levará esperança a todos nos hospitais”, ressaltou.

Para o copiloto, tenente coronel BM Paulo César, que também esteve na aeronave no ano anterior, o desafio deste ano esteve em aprimorar o que foi desempenhado em 2020. “O processo do Círio começou meses atrás e está culminando hoje para que todas as coisas aconteçam sem incidentes e da melhor forma possível. É sempre uma grata bênção que a gente recebe da Virgem Santa por estar nesse momento servindo a sociedade que pede por esta festa”, disse.

Após o embarque, por volta de 10h, a imagem, conduzida pelo padre barnabita e pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, padre Francisco Cavalcante, iniciou o primeiro sobrevoo nos hospitais da RMB com chuva de pétalas de rosas. A rota incluiu 15 instituições, entre as quais, o hospital da Marinha, Ordem Terceira, hospital do Exército, Santa Casa de Misericórdia, Pronto Socorro da 14 de Março, Beneficente Portuguesa, hospital Amazônia, Ophir Loyola, hospital da Unimed, Pronto Socorro do Guamá, hospital Saúde da Mulher, Porto Dias, HABE, Metropolitano e, por fim, Aberlado Santos.

Chuva de pétalas

Muito aguardada desde o anúncio, o sobrevoo com a Imagem Peregrina é um momento único que permite quem está hospitalizado uma visita especial da Rainha da Amazônia. Morador do município de Augusto Corrêa, Marcos acompanha o pai Manoel Padilha, internado no Hospital Ophir Loyola e que passou por uma cirurgia de retirada do estômago devido ao câncer.

“A fé nela representa tudo, inclusive a boa recuperação do meu pai. Todos os anos eu via a passagem dela pelas ruas e pegar essas pétalas é como se ela estivesse perto. Eu não pude ir até ela, então ela veio até mim”, disse choroso.

Seu Manoel também mal podia conter a emoção. A cirurgia realizada no último dia 4 deste mês ocorreu bem e, em breve, receberá alta. “A gente não pode ver a verdadeira mãe que está no céu, então a imagem representa Maria. Nas últimas palavras, Jesus disse 'Eis aí tua mãe ', deu a Ela essa responsabilidade de cuidar da gente, somos filhos. Isso tinha que acontecer aqui no hospital, pegar essas pétalas na minha mão vai curar todo o meu corpo", acredita.

O manipulador de alimentos Rubenilson Menezes, 45 anos, está em tratamento contra o câncer de estômago também no Ophir Loyola. O ano de 2021 trouxe algumas provações, além de ser diagnosticado com câncer, sofreu a morte da esposa. Mas nada abala a fé na Virgem de Nazaré.

Todos os anos, ele acompanhava o trajeto da Igreja da Sé até a Basílica. E não vê a hora de poder fazer isso novamente. "Sempre fui devoto. Eu já passei por duas cirurgias, uma para a retirada de hérnia e a outra por conta de um lipoma nas costas. Agora vou passar por mais outra por causa do câncer, tenho certeza que vou sair dessa. A minha fé é muito forte", disse.

Chegada

Com encerramento do traslado da Peregrina pelos hospitais, deu-se início ao trajeto que é percorrido tradicionalmente no domingo do Círio, iniciando o sobrevoo da Catedral Metropolitana. Por volta de 12h, a imagem desembarcou no estacionamento da Casa de Plácido e foi conduzida pelo governador Helder Barbalho até a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré para a missa de encerramento do Círio, presidida pelo bispo auxiliar, Dom Antônio de Assis Ribeiro.

Texto: André Macedo/Ascom Segup, com colaboração de Leila Cruz/Ascom Ophir Loyola

Por Luana Laboissiere (SECOM)