Mais de 77 mil usuários passaram pelo Terminal Hidroviário de Belém em julho

Os destinos mais procurados foram porto Camará, Soure, Salvaterra e Ponta de Pedras, todos na ilha do Marajó. CPH reforçou medidas de segurança para evitar contaminações pelo novo coronavírus

02/08/2021 09h01 - Atualizada em 02/08/2021 09h28

O Terminal Hidroviário de Belém (THB) registrou mais de 77 mil usuários durante as férias de julho deste ano. Os números foram divulgados na manhã desta segunda-feira (2) pela Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), que administra o espaço. Os destinos mais procurados foram porto Camará, Soure, Salvaterra e Ponta de Pedras, todos na ilha do Marajó. 

“Pelo segundo ano consecutivo, reforçamos os protocolos de segurança no terminal em julho porque o fluxo de passageiros aumenta. Mas foi um mês tranquilo, os usuários utilizaram a máscara e respeitaram os protocolos de segurança e isso foi importante para que todos fizessem viagens tranquilas, principalmente para ilha do Marajó, principal destino do terminal hidroviário”, observa Abraão Benassuly, presidente da CPH.  

De acordo com o balanço da Companhia, em julho deste ano, foram registrados 77.314 usuários, com 641 viagens, entre embarques e desembarques de passageiros. Somente no último fim de semana, foram contabilizados 6.468 passageiros, entre sexta-feira (30) e domingo (1) de agosto. 

No ano passado, o THB registrou a presença de 49.916 usuários em julho: foram 468 viagens no total, das quais 237 foram embarques e 231 foram desembarques. Os destinos procurados em 2020 foram os mesmos destinos buscados este ano , todos no arquipélago do Marajó.

Medidas 

Ainda em meio à pandemia da Covid-19, como medida preventiva, a CPH reforçou os protocolos de segurança contra a doença no espaço disponibilizando álcool gel em todo o terminal, realizando serviço de aferição de temperatura por técnicos da Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sespa), além de manter os avisos sonoros de alerta com orientações sobre a doença, serviço realizado pelo sistema de som do terminal. Além disso, a CPH delimitou espaços de segurança entre as cadeiras dos salões e embarque e desembarque. Servidores da Companhia também fiscalizam o uso da máscara e o distanciamento de segurança, sobretudo durante embarque e desembarque de passageiros.

Por Bruno Magno (CPH)