Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano quer o fim de alagamentos na BR

À frente da elaboração de um projeto técnico, o NGTM trabalha em conjunto com as prefeituras de Ananindeua e Marituba, na Região Metropolitana de Belém

30/07/2021 13h46 - Atualizada em 30/07/2021 17h13

Diretores do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) se reuniram com secretários de Ananindeua e MaritubaDiretores do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) se reuniram com secretários das prefeituras de Ananindeua e Marituba, municípios da Região Metropolitana de Belém, nesta quinta-feira (29), para tratar da elaboração do projeto que solucione o problema dos alagamentos na altura do KM 10, da rodovia BR-316.

Uma das propostas do NGTM, à frente da elaboração do projeto, é a retificação do igarapé Toras, no trecho, complementando os serviços de drenagem previstos dentro das obras de requalificação da rodovia. “O trecho do igarapé é limite dos dois municípios e deve ter ações necessárias por parte das prefeituras, portanto, busca-se um entendimento em conjunto para resolver o problema”, disse o engenheiro, Eduardo Ribeiro, diretor geral do NGTM. 

A situação do alagamento tem sido recorrente principalmente em dias de fortes chuvas na Região Metropolitana de Belém, culminando com o período de maré alta que provoca o aumento no nível do igarapé Toras, rio que atravessa a BR, transborda e invade a via.

Além da retificação do rio, outras intervenções deverão ser feitas, a exemplo de obras nas galerias da BR-316, e da avenida Independência, que são estruturas antigas e estão subdimensionadas. As ações em conjunto são estudadas pelos gestores estaduais e municipais. Uma agenda de trabalho também foi criada a fim de aperfeiçoar a elaboração do projeto.

Por Michelle Daniel (NGTM)