Governo aproveita o verão para acelerar as obras de infraestrutura rodoviária em todo o Pará

Objetivo é construir, pavimentar e requalificar quase mil quilômetros de rodovias de forma simultânea em todo o território do Estado

25/07/2021 12h20

Na rodovia PA 252, o governo faz obras de pavimentação para melhoorar o tráfego de pessoas e veículos e o escoamento da produçãoO planejamento de construção das rodovias paraenses, desenvolvido pelo Governo do Estado, ganhou celeridade com o início do verão deste ano. As equipes de trabalho intensificaram o ritmo das obras de construção, pavimentação e requalificação de quase mil quilômetros de rodovias, simultaneamente, em todas as regiões de integração do Estado do Pará.     

As obras acontecem nas rodovias PA-159, PA-140, PA-252, PA-254, PA-287, PA-275, PA-407, PA-423, PA-427, PA-437, PA-439, PA-256, PA-370-Transuruará, Perna Leste e mais recentemente foram iniciadas as obras na PA-124, PA-322, PA-318 e na PA-220 (Transmaú).

Segundo o titular da Setran, Adler Silveira,  ainda em julho e agosto deste ano, outras obras estratégicas para a integração do Pará serão lançadas, como a da PA-430 - Vila Mocooca, em Magalhães Barata, na região de Integração do Guamá. A PA-160-TransCarajás, que teve um trecho asfaltado pela Prefeitura de Canaã dos Carajás e a Setran vai asfaltar, inicialmente, a partir daí até a BR-155. 

AUGUSTO CORRÊA

O planejamento das obras do governo do Pará prevê a aceleração simultânea dos trabalhos em várias frentes no período do verãoOutra via que também está em processo de conclusão de licitação é a PA-462, que terá todos os seus 45 quilômetros de extensão pavimentados no trecho da BR-308 (vila do Patal) e vai até a Vila do Araí, em Augusto Correa, além da PA-477 ligando Piçarra a Armazém Castro. “Somando as obras em execução com as que iremos lançar nos próximos 30 dias, ultrapassaremos  marca de mil quilômetros de novas rodovias  construídas, pavimentadas e qualificadas”, anuncia Adler Silveira. 

Para além das estradas, há ainda grandes investimentos em pontes que vão mudar a realidade do modal rodoviário no território paraense, tais como a que atravessa sobre o rio Meruú, no Baixo Tocantins, a ser concluída até o primeiro trimestre de 2022; a ponte sobre o rio Alto Acará, entre os municípios de Concórdia do Pará e Acará, que está em fase final de licitação; e ainda as contruções das pontes sobre o rio Alto Capim, na região de Paragominas, que integra a pavimentação da PA-256; e a do rio Fresco, em São Félix do Xingu, sul do Pará. 

Ao todo, são mais de  200 novas pontes em obras em várias regiões de integração do Pará por meio de convênios; e via execução direta do Governo do Estado.

A requalificação das rodovias estaduais é um dos objetivos da ação do governo em várias frentes de trabalho pelo EstadoENTREGAS

A Setran concluiu e entregou à população obras em rodovias estratégicas em várias regiões de integração, entre elas a requalificação da PA-483, no trecho entre os trevos da Alça Viária e o Trevo do Peteca, garantindo maior segurança e o escoamento da produção na região nordeste do Estado, no acesso ao porto de Vila do Conde, em Barcarena.

Outra via estratégica entregue foi a Vicinal Carne de Sol, que liga a Rodovia BR-222, no Pará, a São Pedro da Água Branca, no Maranhão – e dali com o Nordeste do Brasil -, passando pela localidade Carne de Sol.

Em Jacareacanga foram entregues a construção e a pavimentação de dois trechos de asfalto, no sudoeste do Pará. O primeiro deles, com oito quilômetros, beneficia quem vai da BR-230 (Transamazônica) até o centro da cidade. Já o segundo trecho asfaltado é a vicinal que dá acesso ao aeroporto da cidade. 

Em Salinópolis o Governo entregou a rodovia de acesso ao aeroporto do município, bem como o aeroporto. Outro aeroporto entregue requalificado foi o de São Félix do Xingu.

Também estão programadas restaurações nos corredores logísticos de escoamento da produção na PA-150 entre Morada Nova e Goianesia, e PA-279 entre Xinguara e São Félix do Xingu.

INVESTIMENTOS

Em três anos, o aporte de recursos em infraestrutura em transportes será de R$ 2 bilhões, de 2021/22, chega-se ao maior aporte de recurso no modal rodoviário da história do Estado, o que produz desenvolvimento de logística, maior segurança e agilidade para quem usa as estradas paraenses.

O planejamento estratégico da Setran, para os quatro anos de governo, prevê a construção e pavimentação de mais de mil quilômetros de rodovias, aumentando em 13% o número de estradas pavimentadas em todo o estado do Pará.

No início da atual gestão, as rodovias pavimentadas não ultrapassavam 48%, ou seja, no final do governo estadual, haverá 61% das rodovias paraenses pavimentadas.

O Pará tem sob sua jurisdição 130 rodovias PAs e 23 vicinais, o que contabiliza cerca de 7.700 km de extensão, mais de 48% delas encontradas sem pavimentação pela atual gestão.

EMPREGOS

Obras executadas pela Setran geram 115 mil empregos diretos e indiretos em todo o Pará. O investimento em obras de infraestrutura em transportes aquece a economia paraense no biênio 2021/2022, 35 mil empregos diretos e quase 71 mil empregos indiretos, algo próximo de 115 mil novos postos de trabalhos em frentes de construção e pavimentação de novas rodovias, pontes e aeródromos.

“Temos orientado as empresas que vencem as licitações da Setran para que utilizem a mão de obra qualificada dos moradores das regiões onde as obras são executadas, assim também, como comprem, preferencialmente, do comércio local, aquecendo a economia, e gerando emprego e renda para o local”, destaca Adler Silveira.

Por Governo do Pará (SECOM)