ParáPaz garante qualificação profissional para jovens em Santarém

Em dois dias de programação, 150 jovens foram capacitados em diversas oficinas profissionalizantes

25/06/2021 22h41 - Atualizada em 26/06/2021 11h56

Em Santarém, no Oeste do Pará, a Fundação ParáPaz concluiu dois dias de capacitação ofertadas gratuitamente, no auditório da Unidade Integrada ParáPaz no município. A programação integra a campanha de prevenção ao uso de drogas, promovida pela Fundação durante o período de 17 a 30 de junho. 

Na quinta e sexta-feira (24 e 25), 150 jovens participaram de diversas oficinas profissionalizantes, abordando temas como Éticas e etiquetas no mercado se trabalho; Convivência; Raciocínio lógico; Criatividade; Empreendedorismo; Oralidade e discurso; Trabalho em equipe; Liderança; Emprego conectado e Elaboração de currículo.No auditório da Unidade Integrada ParáPaz, concluintes das oficinas e equipe técnica responsável pela capacitação

Consciência crítica - A campanha “Drogas não tem jogo. É Game over!” é destinada á juventude, e tem como objetivo intervir de maneira educativa e preventiva, estimulando a consciência crítica dos cidadãos e da comunidade, além de promover os direitos de cidadania, promovendo cursos para a inserção dos jovens no mercado de trabalho.

As oficinas são desenvolvidas a partir do Projeto “Qualificar”, com duração de 1h30 cada, das 8 às 12 h, e das 14 às 17 h. O projeto já foi executado nos dias 17 e 18, no Polo Cabanagem, em Belém, e agora vai para a unidade ParáPaz Parauapebas, na região Sudeste, nos dias 29 e 30 (terça e quarta-feira), com a mesma programação.

“A nossa missão, enquanto órgão assistencial do governo, é proporcionar políticas públicas e acesso a serviços que melhorem a qualidade de vida das pessoas. Além de ter um dia dedicado para falar sobre as consequências do uso de drogas pelos jovens, promovemos a inclusão social e a capacitação profissional, fortalecendo a perspectiva dessas pessoas em busca do sucesso profissional”, destacou a diretora de Políticas Sociais da ParáPaz, Liani Dias.

Por Nathalia Mota (PARAPAZ)