Técnicos da Emater participam de Seminários e Oficina do Programa de Crédito Fundiário

Eventos promovidos em municípios do sul e sudeste do Pará difundem informações importantes para o acesso a linhdas de crédito do Programa Nacional

23/06/2021 15h42 - Atualizada em 23/06/2021 17h41

Oficina e seminários sobre o Programa Nacional de Crédito Fundiário reuniu técnicos da Emater e agricultores do sul e sudeste do ParáMais de 100 participantes, entre técnicos da Emater, agricultores e representantes das secretarias de Agricultura de municípios do sul e sudeste do Pará, como Marabá, Bannach, Conceição do Araguaia, Sapucaia, Redenção, Pau D'Arco, Cumaru, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, Rio Maria e Xinguara, participaram de dois seminários e uma oficina sobre o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), realizados do dia 17 de junho até esta quarta-feira (23), nos municípios de Redenção e Conceição do Araguaia.

Os eventos realizados pela Unidade Técnica Estadual do Pará (UTE), unidade de operacionalização do Terra Brasil - Programa Nacional do Crédito Fundiário (PNCF), do governo federal, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) têm o objetivo de difundir informações e facilitar o acesso ao PNCF, explica Marta Pina, coordenadora da UTE.

“Essa agenda teve o objetivo divulgar o Programa na Região, informando, nos seminários, os agricultores que não têm terra ou com pouca terra sobre o acesso ao financiamento para a aquisição e também capacitando, por meio das oficinas, os técnicos que vão contribuir com a inserção de agricultores no programa”, informou.

Cerca de 30 técnicos da Emater de pelo menos oito municípios da região foram mobilizados para participar da oficina e serem capacitados para ampliar o acesso dos produtores familiares ao programa como explica Edson Barboza, técnico responsável pelo Crédito Fundiário na Emater.

“A difusão das informações pelo programa e a capacitação dos técnicos que aconteceu nos seminários e oficina são muito importantes. A Emater realiza desde o projeto técnico para a liberação do crédito fundiário até o acompanhamento dos produtores durante cinco anos, disponibilizando assistência técnica para que ele tenha êxito com sua produção, afirma Barboza.

Em 2020, foram aprovados 5 créditos fundiários totalizando 437.500 reais. Agora em 2021, a expectativa é de que sejam liberados cerca de R$22 milhões para projetos que podem beneficiar cerca de 180 famílias em todo o Estado.

O PNCF proporciona o financiamento para a aquisição da terra, o financiamento da atividade produtiva (compra de equipamentos e insumos) e acesso a políticas de créditos sociais

Os eventos de divulgação do Programa vêm ocorrendo desde maio, quando foram iniciados em Altamira. (Texto de Etiene Andrade (Ascom / Emater).

Por Governo do Pará (SECOM)