Governo do Estado entrega cestas de alimentos para 50 famílias do Aurá

A ação, que beneficiará mais de mil famílias na Região Metropolitana de Belém, visa minimizar os impactos econômicos e sociais da crise sanitária

14/06/2021 19h51 - Atualizada em 14/06/2021 20h53

Cinquenta famílias da comunidade Carlos Marighella, no bairro do Aurá, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém (RMB), receberam cestas de alimentos na tarde desta segunda-feira (14), entregues pelo governo do Estado. O ato teve a participação da primeira-dama Daniela Barbalho e do ouvidor-geral do Estado, Arthur Houat.A primeira-dama Daniela Barbalho e o ouvidor-geral, Arthur Houat (d), durante a entrega de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade no Aurá

Até o final desta semana, o objetivo é entregar mais de mil cestas para famílias em situação de vulnerabilidade na RMB. Com a doação de cestas básicas, o Governo do Pará contribui para amenizar os impactos da pandemia de Covid-19 em espaços que acolhem idosos, crianças, adultos e pessoas em situação de rua.As cestas de alimentos serão entregues a mais de mil famílias na RMB

“Nossa intenção é fazer parte dessa grande ação, darmos as mãos a muita gente que está precisando, porque a pandemia está aumentando as desigualdades. Mas se cada um puder doar um pouquinho já vai fazer a diferença lá na frente. A gente sabe que uma cesta não resolve todo o problema, mas já ameniza a angústia”, disse a primeira-dama.Os beneficiados agradeceram a iniciativa do Estado em amenizar os impactos da pandemia

Agradecimento - A dona de casa Aline Paes Castro, 32 anos, foi uma das beneficiadas com a cesta de alimentos, e agradeceu a iniciativa do Estado. “Receber esta cesta hoje está sendo muito bom porque está ajudando a comunidade. É muita gente que precisa de alimentos nesse momento. Agradeço ao governador e às pessoas que ajudaram. Essa cesta vai me ajudar e muito”, disse Aline Castro.

A entrega das cestas de alimentos é realizada pela Ouvidoria-Geral do Estado (OGE), em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), que vem trabalhando para amenizar os impactos econômicos e sociais provocados pela pandemia no Estado, mobilizando uma rede de solidariedade.

Por Bruno Magno (CPH)