Famílias atingidas por vendaval são contempladas com o 'Sua Casa'

24/05/2021 12h44 - Atualizada em 24/05/2021 13h54

Alexandra Tavares Martins"Foi um susto muito grande. A minha filha me ligou dizendo que o vento tinha arrancado o telhado de casa. Eu agradeço a Deus porque ninguém se machucou, mas fiquei preocupada porque não tenho como fazer essa reforma agora, já que estou desempregada. Hoje, eu estou tranquila e feliz, pois recebi ajuda do governo para reconstruir a casa", comemorou dona Alexandra Tavares Martins. A diarista é uma das moradoras de Belém que foram atingidas por um forte vendaval, no dia 15 de março.

Hoje (24), além dela, outras 27 famílias que tiveram as residências atingidas pela força do vento, foram contempladas pelo "Sua Casa". O programa do governo do Estado concede até R$ 21 mil para construção, reconstrução e ampliação de casas de famílias carentes. A entrega foi realizada pela Primeira Dama do Estado, Daniela Barbalho e pelo presidente da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), Orlando Reis, no Palácio dos Despachos.

Para a Primeira Dama do Estado, Daniela Barbalho, a ação do governo paraense vai permitir às famílias retomarem suas vidas. "Não existe lugar melhor do que o lar, é onde a gente confraterniza com a família, com os filhos, é o nosso local de aconchego, onde a gente descansa. De repente, com todos os impactos da pandemia, você ainda passa por um transtorno de um vendaval que destrói os sonhos, realmente, é difícil. A entrega de hoje representa um momento de recomeço de vida, de sonhos, uma reconquista", avaliou Daniela Barbalho.

O vendaval do dia 15 de março causou estragos no bairro da Pratinha e do Tapanã. Logo após o desastre natural, as equipes da Cohab foram até o local onde as famílias moram. De acordo com a equipe de engenheiros da Companhia, a maior parte dos prejuízos causados pelo forte vento ocorreu nos telhados residenciais. Em alguns imóveis, a ventania levou apenas telhas, mas em outros arrancou toda a estrutura da cobertura. Após a análise da dos cadastros, as vítimas que se enquadram no perfil socioeconômico do programa "Sua Casa" foram contempladas.

Orlando Reis, presidente da Cohab explica que o "Sua Casa" se diferencia de outros programas habitacionais do passado, por permitir o auxílio para o pagamento do pedreiro. "O Auxílio pecuniário que nós disponibilizamos é uma grande novidade criada pelo governador Helder. Com essa ajuda, as famílias além de poderem comprar o material de construção vão ter ajuda para pagar os trabalhadores da obra", orienta Reis.

A Companhia de Habitação do Pará (Cohab) é a gerenciadora do programa “Sua Casa". De acordo com a Cohab, de janeiro de 2019 a 30 de abril, mais de 13 mil famílias, em todo o estado, foram contempladas por programas habitacionais como o Sua Casa. Para isso, o investimento empregado pela companhia habitacional paraense foi superior a R$ 103 milhões. 

O "Sua Casa" foi criado pelo governador Helder Barbalho em 2019. O programa consiste na concessão de dois benefícios, com o objetivo de garantir auxílio financeiro para aquisição de material de construção e pagamento da mão de obra.

Para receber os benefícios, os candidatos devem atender aos critérios - estabelecidos em lei - para serem inscritos no Programa. Após a inscrição, a Cohab seleciona gradativamente os inscritos com base na ordem de prioridades previstas nas diretrizes do programa. À medida que os candidatos são selecionados, a equipe de engenheiros da Companhia inicia o processo de avaliação e diagnóstico das moradias. Em seguida, a próxima fase consiste na análise socioeconômica do setor de assistência social da Companhia, momento em que os técnicos averiguarão a real condição social dos candidatos.

Quem teve a casa destelhada e busca ser incluído no programa “Sua Casa” pode pode ligar para: (91) 3214-8533 ou se preferir, também pode enviar uma mensagem pelo whatsapp para (91) 3214-8511.

Por Ronan Frias (COHAB)