Fundo Esperança garante crédito para os negócios de 42,6 mil empreendedores no Estado

Pacote econômico do governo do Estado assegura recursos para que micros e pequenos negócios mantenha suas atividades durante a pandemia de Covid-19

27/04/2021 12h55 - Atualizada em 27/04/2021 14h37

Pequenos e microempreendedores do Pará contam com o auxílio financeiro do Fundo Esperança para impulsionar negócios na pandemiaAdilson da Silva tem 53 anos de idade e, de acordo com seus cálculos, 35 de contribuição previdenciária. Entretanto, a aposentadoria está longe de representar o descanso merecido. É a oportunidade para se dedicar ao próprio negócio, que ainda engatinha, mas já complementa a renda. Durante boa parte do tempo de serviço, ele atuou com serviços óticos e sonha em abrir a sua própria ótica física.

O microempresário está entre os 42.688 empreendedores beneficiados com o Fundo Esperança, iniciativa do Governo do Estado para auxiliar pequenas e médias empresas diante das dificuldades ocasionadas pela pandemia de Covid-19. “Foi uma coisa boa, esse recurso tem me ajudado bastante. Já vendo armações e lentes. Vou começar a colocar as vitrines, comprar expositor. Estou mexendo no ponto comercial na minha residência, que fica em um local movimentado”, conta o empreendedor do bairro do Guamá, em Belém.

O crédito propiciou o reforço nas etapas da abertura do negócio. “É um dinheiro que entra para mim. Fiz cartões de visitas e com o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) vou dar entrada para adquirir mercadoria de fora, com qualidade superior. É um sonho antigo, dá para ter um bom lucro, mesmo sem vender caro”, acrescentou Adilson.

O Fundo Esperança já disponibilizou R$ 121.832.561,46 até esta segunda (26), dos quais R$ 61.357.576,40 foram destinados a 34.836 Pessoas Físicas, e R$ 60.474.985,06 a outras 7.832 Pessoas Jurídicas. 

COMPROMISSO

“Este resultado mostra o compromisso do nosso governador Helder com a população do nosso Estado nesse momento tão difícil que a sociedade vive por conta da Pandemia. Todo o nosso time de servidores está comprometido com esses projetos econômicos que o Governador determinou atenção total para amenizar a situação, injetando recursos e gerando emprego e renda para a sociedade paraense”, afirmou José Fernando Guimarães Júnior, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme).

Os pagamentos ocorrem conforme a data de aniversário ou de constituição dos negócios, obedecendo ao seguinte calendário:

Dias 26, 27 de abril e 3 de maio / Nascidos em Novembro

Dias 04, 05 e 06 de maio / Nascidos em Dezembro

Por Dayane Baía (SECOM)