Emater orienta organização de cooperativas e associações de agricultores em Aurora do Pará

Iniciativa busca maior produção e oferta de produtos para atendimento de compras governamentais e maior conquista do mercado consumidor

16/04/2021 13h37 - Atualizada em 16/04/2021 16h43

Produzir frutas, verduras e outros produtos da agricultura familiar, nas quantidades, variedades desejadas e no momento certo para atender às demandas de feiras e mercados  do município e de compras institucionais, como o  Programas de Aquisição de Alimentos ( PAA) e da Alimentação Escolar ( Pnae) e até conquistar espaço nas redes de supermercado. Esse é o objetivo de mais uma etapa do acompanhamento, iniciada esta semana, pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), em Aurora do Pará, município do nordeste estadual.

Equipe da Emater tem orientado e auxiliado agricultores familiares, em Aurora do Pará, para ampliação da conquista de mercado e rendaA iniciativa da Emater tem a participação direta da Cooperativa dos Agricultores Familiares da Comunidade do Sitio Verde (Coopverde) e da Cooperativa de Produção, do Comércio e Serviços dos Quilombolas Produtores Rurais da Amazônia Legal (DL Amazon).

"Em uma reunião promovida pela prefeitura para compras pelo PAA e Pnae, observei que havia uma disputa muito grande entre as cooperativas e que a produção era desorganizada, então definimos que é necessário organizar a produção e oferta de produtos para atender as compras governamentais e mercado consumidor com produtos desejados pelo público alvo, na quantidade demandada e com padrão de qualidade exigido”, explicou o chefe local do escritório da Emater, Paulo Vieira.

O representante da Emater destaca que embora concorrentes, as duas cooperativas podem conquistar juntas mais espaço e renda no mercado. “Elas são concorrentes nas compras governamentais, porém nem uma delas consegue suprir toda demanda, então podemos fazer um trabalho de parceria nessas compras governamentais no sentido  de onde uma não alcançar a outra atenda. E unir forças para atender o mercado privado, que são as indústrias de beneficiamento  e redes de supermercados que por si só já é um mercado imenso.”, considera.

Entre as etapas previstas no acompanhamento estão o diagnóstico das propriedade; onde se faz um levantamento de quem são esses produtores, localização da propriedade, o que produzem e o volume da produção; e, a partir dessas informações se faz o planejamento produtivo.

Criada há três anos, a Coopverde tem 63 cooperados em propriedades espalhadas pela área rural de Aurora do Pará. Eles produzem nas suas unidades de produção uma variedade de hortaliças e frutas como maracujá, mamão, melancia, abóbora, banana, açaí, além de pimentinha e mandioca. A cooperativa já passou pela etapa de diagnóstico e vai iniciar a de planejamento produtivo com o escritório local da Emater.

“É importante para o nosso plano de produção de agricultura familiar e ter esse apoio da Emater e parceiros como sindicato de produtores é fundamental para construímos propostas juntos de produção. Essa é uma oportunidade de alavancar produção da agricultura familiar com qualidade gerando uma economia de emprego e renda no município de Aurora do Pará e qualidades de vida para os agricultores familiares”, afirma Clauderla Gomes, presidente da Coopverde.

Criada em abril deste ano, a DL Amazon reúne 50 produtores de comunidades quilombolas dos municípios de Aurora do Pará e Irituia e também produz hortifrutigranjeiros, além de açaí, farinha e polpas de frutas. Acompanhada mais recentemente pelo escritório da Emater no município, a cooperativa passará por todas as etapas, do diagnóstico das propriedades ao planejamento produtivo.

Por Etiene Andrade (EMATER)