Empresa vai operar logística de fertilizantes no Distrito Industrial de Barcarena com investimento de R$50 milhões

13/04/2021 17h47

Com mais de 12 anos de atuação no setor logístico, a empresa Fribon Transportes vai começar a operar o armazenamento e o transporte de fertilizantes agrícolas a partir do Pará, mais especificamente do Distrito Industrial de Barcarena, na região nordeste do Estado. A área, administrada pela Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codec), receberá o primeiro empreendimento da empresa no país nesse segmento, com investimentos iniciais de R$50 milhões. 

A unidade será instalada em uma área de cerca de 160 mil metros quadrados (m²) e terá capacidade de armazenamento de 120 mil toneladas, com possibilidade de expansão diante da alta demanda. A expectativa é gerar pelo menos 100 empregos diretos e indiretos a partir do início das operações, previsto para o início de 2022.

Utilizados para aumentar a produtividade do cultivo, os fertilizantes são compostos de nutrientes do solo, muito utilizados na agricultura para garantir a sobrevivência das plantações e a produção de alimentos como a soja, por exemplo. 

Segundo Sidiney Vieira, gerente regional da Fribon, o empreendimento chega para suprir uma dificuldade logística, principalmente das empresas produtoras de grãos do Estado e, para isso, contará com a proximidade do porto de Vila do Conde, integrado ao Distrito Industrial. “A partir da identificação dessa oportunidade, vimos a possibilidade de atuar no recebimento, armazenagem e distribuição dos fertilizantes que chegam pelo porto de Vila do Conde e já vamos começar com uma demanda elevada, com a capacidade de 120 mil toneladas de armazenamento praticamente completa", detalha.  

Vieira adianta ainda que a projeção é de crescimento na região, por isso a empresa já trabalha com a possibilidade de envasamento dos fertilizantes como uma próxima etapa do negócio. “Nosso objetivo é crescer e incrementar a logística e armazenamento no Pará, por isso nossas projeções incluem a ampliação para o processo de envasamento com a certeza de que se temos soja sendo plantada, então certamente vão precisar de fertilizantes”, explica.

Parceria - O Diretor de Atração de Investimentos e Negócios da Codec, Manoel Ibiapina, destaca a importância da aproximação da Companhia com os municípios para o atendimento aos novos negócios. “O direcionamento da Fribon à Codec, por meio da prefeitura de Barcarena, foi fundamental para que iniciássemos a escolha da área, de acordo com a estratégia da empresa, e avançássemos para as próximas etapas. Consideramos que esse foi um trabalho muito bem sucedido, principalmente pela relevância do projeto, que vai garantir a armazenagem e a qualidade do produto, com a modernidade da planta, galpões estruturados para essa finalidade, contendo esteiras e toda a estrutura que o empreendimento requer”, afirma.

Para o presidente da Codec, Lutfala Bitar, a chegada de uma nova empresa ao Pará é sempre motivo de comemoração. Ele lembra que o papel da Companhia é atuar diretamente na interlocução com empresas interessadas em investir no Estado, contribuindo para a competitividade da economia. “A chegada de uma nova empresa é sempre motivo de comemoração porque a contribuição com a geração de emprego e renda é fundamental, especialmente nesse momento em que vivemos, então, além desse aspecto, também estamos reforçando o papel da Codec que é viabilizar negócios e atender as iniciativas que trarão melhorias para o cenário econômico do Estado”, disse o presidente. 

Por Igor Nascimento (CODEC)