Em evento virtual, Seap ensina estratégias de autoproteção aos servidores

Os capacitadores orientaram sobre como evitar situações de risco fora do período de trabalho

12/04/2021 18h25 - Atualizada em 13/04/2021 00h06

Na manhã desta segunda-feira (12), a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio da Escola de Administração Penitenciária (EAP), realizou um evento on-line sobre “Comportamento Defensivo: Estratégias de Autoproteção”. O objetivo foi orientar os servidores sobre como agir fora do período de trabalho, a fim de evitar situações de risco. Os participantes receberão certificado.

Os capacitadores enfatizaram vários pontos de autoproteção, principalmente como os servidores devem agir em situações de risco. Todos os servidores também foram orientados a informar à Secretaria, por meio do Disque Proteção, ou à direção da casa penal onde atua, caso estejam em perigo, por meio de ameaças contra sua integridade ou tentativas de ataque. Ao ser notificada, a Seap toma as medidas necessárias para proteção dos servidores.

No último dia 27 março, a Seap publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) uma portaria com orientações sobre a conduta dos servidores penitenciários e normas de comportamento defensivo. Em caso de perigo, os servidores devem seguir as seguintes orientações: acionar o diretor da casa penal; usar o Disque Proteção - número (91) 984464705; informar o ocorrido; seguir todas as orientações e registrar Boletim de Ocorrência.O evento reuniu servidores e gestores da Seap

Segurança e integridade - “Temos que ter consciência de que não devemos andar com os nossos equipamentos à mostra, não postar fotos com uniforme de trabalho nas redes sociais e não permanecer em locais que apresentam perigo para sua vida. Essas medidas irão garantir a segurança e integridade”, orientou um dos capacitadores do curso, coronel Mauro Maués, titular do Comando de Operações Penitenciárias (Cope).

André Margalho, diretor da Central Integrada de Monitoramento Eletrônico (Cime), outro capacitador, ressaltou a importância do evento para os servidores. “Temos que ter cuidado com a nossa proteção e ficar em alerta quando há risco. Junto com a EAP estamos orientando todos os servidores como devem agir em momentos de risco, e principalmente usar o Disque Proteção quando for necessário. Assim podemos ajudar todos que precisam”, ressaltou.

O secretário de Estado de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos, disse que todos os cuidados são necessários fora do período de trabalho. “Os atentados estão acontecendo porque desarticulamos o crime e as lideranças criminosas vivem momentos de crise. Como resposta, eles tentam desestabilizar o sistema e atacam os servidores que trabalham para manter a ordem e disciplina dentro das casas penais. É preciso ter toda atenção fora do horário de trabalho”, reiterou. 

Também participaram do evento os mediadores João Cláudio Arroyo, diretor da EAP, e o secretário adjunto da Seap, coronel Arthur Moraes.

Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)