Hemopa abre no final de semana e melhora o estoque de sangue em Belém e Santarém

Somente em Santarém, um total de 165 voluntários compareceram, desses, 146 estavam aptos a doar

12/04/2021 14h46 - Atualizada em 12/04/2021 16h51

A caravana Vidas por Vidas, da Igreja Adventista, levou solidariedade e alegria para o Hemocentro de Santarém, neste domingo (11)"Estou aqui com o intuito de ajudar a salvar vidas". Essa frase é do estudante de direito, Danillo Rebelo, de 20 anos. Ele faz parte da caravana Vidas por Vidas, da Igreja Adventista, que deixou o domingo (11) mais alegre no Hemocentro de Santarém. No total, 165 voluntários compareceram na ação solidária. Do total, 146 estavam aptos a doar. Além disso, 36 novos cadastros foram feitos ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea – Redome.

"Uma ação muito positiva que a gente só tem a agradecer sempre este movimento do grupo Vidas por Vidas, que desde 2005, traz para os jovens adventistas a conscientização da doação de sangue. Com isso, a gente percebe um número cada vez mais crescente de pessoas doando, inclusive, pela primeira vez”, destacou Joaquim Azevedo, gestor do Hemocentro de Santarém. 

Assim como em Santarém, o Hemopa, em Belém, também abriu no final de semana, no sábado (10) e registrou 176 coletas. Entre os doadores, um grupo da Igreja Adventista do Conjunto Guajará.  

Em Belém, a sede da Fundação Hemopa, em Batista Campos, recebeu os doadores da Igreja Adventista do Conjunto GuajaráAs estratégias de final de semana são essenciais para oferecer suporte para um início de semana com o estoque abastecido, pois que a demanda hospitalar é ininterrupta. "O Hemopa precisa de maneira permanente de sangue. Pacientes precisam diariamente de transfusão. E a gente faz sempre o apelo para que todos que estejam com saúde, possam comparecer em uma unidade do Hemopa para fazer a doação de sangue e oferecer tranquilidade para quem precisa deste sangue”, destacou Juciara Farias, gerente de Captação de Doadores. 

Critérios básicos para a doação de sangue

 O cidadão que deseja fazer a doação de sangue precisar seguir os critérios básicos:

• Ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal);

• Pesar mais de 50 kg

• Estar em boas condições de saúde.

No momento do cadastro, é obrigatório apresentar um documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH, passaporte ou carteira de trabalho).

Quem teve Covid-19 também pode voltar a doar sangue, só precisa esperar 30 dias após a cura. Quem teve contato com pessoas que tiveram a doença deve esperar 14 dias após o último contato.

Clique aqui e veja a unidade de coleta mais próxima de você.

Por Anna Cristina Campos (HEMOPA)