Oficina virtual debaterá o plano de marketing para promover o turismo na região do Tapajós

Evento apresentará o plano de trabalho, análise e diagnóstico da situação e do mercado potencial, além de definir objetivos e estratégias

09/04/2021 12h03

Na próxima quarta-feira (14/04), acontece a I Oficina do Plano de Marketing do Polo Tapajós (Região Turística do Baixo Amazonas). A reunião, que ocorre de forma virtual, contará com a presença do secretário de turismo do Pará (Setur), André Dias e equipe, de um representante do Ministério do Turismo (MTur) e será conduzida pela empresa GMR Inteligência de Mercado.

“O Plano de marketing do Polo Tapajós é um estudo e planejamento, que está sendo elaborado para definir como nós vamos promover essa região do Tapajós para o Brasil e para o Mundo”, explica o secretário de turismo, André Dias. Na reunião, será apresentado o plano de trabalho; análise e diagnóstico da situação e do mercado potencial e definição de objetivos e estratégias.

 “O plano (de marketing) prevê uma série de atividades, que vão ser alvos da apresentação na oficina. O objetivo da oficina é apresentar o status atual do trabalho. Apresentar para aos diferentes atores como estão as atividades, as etapas que foram realizadas, que eram: o plano de trabalho e os diagnósticos das situações que foram realizadas”, disse o diretor da GMR Inteligência de Mercado, Eugenio Giglio.

 Essa pauta está relacionada com o convênio firmado entre a Setur e Mtur, dando origem ao contrato entre a secretaria e a empresa GMR Inteligência de Mercado. O objeto do acordo é a elaboração do plano de marketing para os destinos turísticos do Polo Tapajós.

O Polo Tapajós, hoje, é constituído por dezenove municípios que compõem a Região de Integração do Baixo Amazonas e a Região de Integração do Tapajós, entre eles Santarém, Belterra, Oriximiná, Aveiro e Itaituba.

Santarém, o portão de entrada do polo, é uma das cidades mais antigas da Amazônia brasileira, fundada em 1661. Pela localização, a cidade possui um papel importante no desenvolvimento da região Norte. Santarém, assim como Belterra e os outros municípios, possuem grande potencial turístico com o artesanato, folclore, manifestações culturais, conjunto arquitetônico, belezas naturais, como Alter do Chão, dentre outros.

DESENVOLVIMENTO 

“Essa iniciativa do Ministério do Turismo e da Secretaria de Turismo do Pará é muito importante para o desenvolvimento da região, uma vez que o plano auxiliará os diferentes atores, sejam eles governo, empresários, hoteleiros, operadores turísticos, dentre outros, a planejarem uma, agora, retomada do turismo, que é extremamente importante para o Pará, para o Polo Tapajós. Então, o plano visa a auxiliar as ações dos diferentes atores para o desenvolvimento do turismo na região”, afirma Eugenio Giglio.

A organização ressalta que é muito importante que todos os atores (públicos e privados), da atividade turística da Região do Baixo Amazonas, compareçam à oficina. “Para que a gente possa alcançar a melhor forma de fazer isso, nós estamos fazendo essa oficina para que as pessoas da sociedade, de outros órgãos, das prefeituras, do mercado, possam contribuir com esse processo dando sugestões, opiniões para que nós possamos fazer algo que, realmente, possa ser exitoso e aderido por todos”, finaliza o secretário André Dias.

SERVIÇO

Data: 14/04

Horário: 10h

Local virtual: Aplicativo zoom.

Acessar o link: https://zoom.us/j/91649478275

ID da reunião: 916 4947 8275

* Com a colaboração de Aila Beatriz Inete

Por Israel Pegado (SETUR)