PCT Guamá fomenta a Gestão da Inovação em empreendimentos residentes

Acordo de cooperação abre nova perspectiva para os negócios a partir da difusão local do MGPDI - Modelo de Gestão da Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação   

08/03/2021 16h19 - Atualizada em 08/03/2021 16h39

Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá estimula a gestão da inovação, por meio de eventos e capacitações aos seus associadosEmpresas residentes e associadas ao Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá passarão a contar com acesso facilitado a eventos e capacitações no Modelo de Gestão da Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (MGPDI), metodologia desenvolvida pela Associação Sul-Riograndense de Apoio ao Desenvolvimento de Software (Softsul), com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

O acordo de cooperação científica e tecnológica firmado entre a Fundação Guamá, organização gestora do PCT Guamá, e a Softsul, engloba ações voltadas à capacitação e reciclagem profissional, incluindo realização de eventos sobre inovação, realização de cursos e provas oficiais do MGPDI, programas de coaching e mentoring, dentre outros.

Diretor presidente da Softsul, José Antonioni destaca a importância do MGDPI para o gerenciamento de negócios de base tecnológica. “Além da difusão do MGDPI, a parceria Softsul-Guamá permitirá implementações ágeis das melhores práticas de gestão da Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI) nas organizações, seguidas de avaliações e acompanhamentos anuais. Espera-se com estas ações contribuir com o fortalecimento das empresas de base tecnológica vinculadas ao PCT Guamá e com a exponencialidade dos seus negócios", afirmou Antonioni.

"O acordo de cooperação oferecerá uma nova perspectiva para as empresas estabelecidas no PCT Guamá, sobretudo para aquelas que buscam o incremento da competitividade dos seus negócios por meio da inovação resultante da pesquisa e desenvolvimento”, complementou o gestor.

A versatilidade do modelo é apontada como ponto positivo pelo diretor presidente da Fundação Guamá, Rodrigo Quites.  “O MGPDI é voltado à Gestão da Inovação em empresas brasileiras de qualquer porte e ramo de atuação e compatível com as normas e modelos internacionais. Ele incorpora práticas de gestão de ideias, gestão de projetos, gestão do conhecimento, gestão da propriedade intelectual e governança, organizadas em níveis de maturidade, permitindo que as empresas adotem paulatinamente o modelo”, afirmou Quites.

Nos próximos dias, os gestores das instituições farão uma reunião de planejamento para estruturar o plano de ação da parceria.

Por Juliane Frazão (PCTGuamá)