Projeto 'Na Fábrica' visita estabelecimentos no Distrito Industrial de Ananindeua

Iniciativa busca diálogo direto entre os órgãos estaduais e de classe com o setor produtivo para maior fomento à economia paraense

06/02/2021 11h32 - Atualizada em 06/02/2021 12h52
Por Fabiana Otero (SEDEME)

Representantes da Sedeme, Codec e Fiepa em visita à empresa, em Ananindeua, para maior aproximação com o segmento econômico A comitiva do projeto "Na Fábrica" visitou as empresas CBAA - Asfaltos, Tradelink Madeiras e Laminados de Madeira do Pará - Lamapa, no distrito industrial de Ananindeua, nesta sexta-feira (5). A iniciativa promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) e Sistema Fiepa, busca maior aproximação entre os órgãos estaduais, da pasta econômica, e o setor produtivo para construir um ambiente de negócios propício para o desenvolvimento do setor industrial paraense.

Participaram da agenda o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Carlos Ledo; o coordenador da Diretoria de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviço (DDICS) da Sedeme, Mauro Barbalho; o secretário adjunto de Trabalho, Emprego e Renda, Miriquinho Batista; o diretor de Estratégia e Relações Institucionais da Codec, Pádua Rodrigues; o vice-presidente da Fiepa e do Centro de Indústrias do Pará, José Maria Mendonça; e a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico de Ananindeua, Ivelane Catarini.

"O projeto "Na Fábrica" é importante para o Governo do Estado, pois possibilita o entendimento sobre todos os problemas que as empresas da área industrial enfrentam no cotidiano. Então, mais uma vez, fomos até os empreendimentos para ouvir as demandas e percebemos que nunca havia ocorrido uma visita de cortesia com esse tipo de objetivo. Também ressalto sobre a importância de ter ouvido sobre as necessidades específicas do setor madereiro", ressaltou o titular da Sedeme, Carlos Ledo.

De acordo com o coordenador da DDICS da Sedeme, Mauro Barbalho, desde o início, o projeto proporciona uma crescente sinergia entre os órgãos do governo, que estão à frente da iniciativa, a Fiepa e principalmente o setor produtivo. "Além disso, todas as necessidades vindas destas empresas estão se transformando em resultados, seguindo o referencial de que o governo precisa retirar os obstáculos para que o setor industrial se desenvolva. Outro avanço positivo é que estamos convidando os representantes da área de desenvolvimento econômico dos municípios para participar desta iniciativa. Também como resultado destas visitas, a Sedeme promoverá encontros setoriais a partir do mês de março", destacou. 

O diretor de Estratégia e Relações Institucionais da Codec, Pádua Rodrigues, destacou que as visitas realizadas no distrito de Ananindeua levaram à constatação sobre as questões da própria coletividade industrial de Ananindeua. "Existe a necessidade dos órgãos estaduais, como a Sedeme e a Codec, atuarem de forma integrada com a prefeitura de Ananindeua para proporcionar melhorias para essa área, com o objetivo de trazer benefícios para as empresas e melhorar o ambiente de negócios". 

"O projeto é fantástico, pois garante a aproximação entre as indústrias e o poder público. Além disso, as empresas receberam, pela primeira vez, o secretário da Sedeme, o que possibilitou diálogo, esperança e entendimento sobre o papel do governo estadual", destacou o vice-presidente da Fiepa e presidente do Centro de Indústrias do Pará, José Maria Mendonça. 

Fábricas

A primeira empresa visitada foi a CBAA Asfaltos, que é destaque no Norte do Brasil na área de produção, comercialização e distribuição de emulsões asfálticas. De acordo com o diretor do negócio, Luiz Soares, o projeto "Na Fábrica"  é uma grande novidade e extremamente proveitoso.

"Acredito no trabalho em equipe e se juntarmos a nossa força do trabalho com o apoio do governo e de outros órgãos acho que todos saem ganhando. Temos muito a agradecer por essa iniciativa do Governo do Estado", parabenizou o empreendedor Luiz Soares. 

A empresa Laminados de Madeira do Pará (Lamapa) também recebeu os representantes do projeto e tratou sobre a busca de novas possibilidades de crescimento no setor madereiro para atender as demandas dos mercados interno e externo com o apoio do governo estadual. 

A visita se encerrou na empresa exportadora Tradelink que apresentou as dificuldades e os desafios em atuar no mercado comercial de madeira. "Essa é uma boa oportunidade para apresentar o nosso trabalho, que é honesto. Além disso, essa iniciativa traz uma ponte importante e a chance de sermos ouvidos", completou o diretor da Tradelink, Ronny Gomes.