Hospital de Clínicas conquista selo de excelência em boas práticas de cardiologia

É o terceiro ano consecutivo que a instituição recebe o reconhecimento, que a coloca entre as melhores do País em cardiologia

14/12/2020 21h50 - Atualizada em 15/12/2020 12h44
Por Marcelo Leite (HC)

A Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV) recebeu, pelo terceiro ano consecutivo, o selo de excelência pelo desempenho no Programa de Qualidade Boas Práticas Clínicas em Cardiologia, uma iniciativa internacional da “American Heart Association”, em parceria no Brasil com o Ministério da Saúde, a Sociedade Brasileira de Cardiologia e o Hospital do Coração de São Paulo.

Hospital de Clínicas Gaspar Vianna conquista o reconhecimento internacional no atendimento em cardiologia

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (14), durante o 6º Workshop do Programa, realizado em São Paulo (SP) e transmitido por plataforma virtual. O Hospital de Clínicas foi reconhecido com os selos Prata e Platinum respectivamente nas categorias Insuficiência Cardíaca e Síndrome Coronariana Aguda. Este último atesta a aplicação do conjunto de Boas Práticas em Cardiologia em mais de 85% dos pacientes por mais de dois anos.

Em 2018 e 2019, a Fundação já havia recebido o Selo Ouro do Programa e, com a nova conquista, a instituição se mantém entre as melhores do País com atendimento especializado em cardiologia.

Trabalho relevante - Durante o Workshop, o cardiologista Kleber Ponzi apresentou a experiência com o atendimento de pacientes cardiológicos no Hospital de Clínicas em meio à pandemia de Covid-19. Ao final, o profissional destacou a importância de mais este reconhecimento. “Essa é uma premiação que reconhece a adesão do Hospital ao que há de melhor no atendimento de diversas especialidades. No nosso caso, estamos desenvolvendo as melhores práticas para a assistência de pacientes com síndromes coronorianas agudas e angina”, disse Kleber Ponzi, que há três está à frente do Programa de Boas Práticas de Cardiologia no Hospital de Clínicas. 

Para Ivete Vaz, diretora-presidente da Fundação, a premiação é uma demonstração da relevância do trabalho dos profissionais que atuam no Hospital para a sociedade. “É uma superação e prova de que, embora estejamos longe dos grandes centros, com organização, disciplina e a adesão de todo o grupo do Hospital conseguimos reproduzir o que há de melhor em boas práticas nacionais e internacionais em cardiologia, para a melhoria da assistência à nossa população”, ressaltou a diretora-presidente.