Com apoio da Seel, atletas competem em evento de Tênis de Mesa no Rio de Janeiro

05/12/2020 18h57 - Atualizada em 07/12/2020 07h33
Por Paula Portilho (SEEL)

Quinze atletas de Tênis de Mesa participam do Campeonato Brasileiro-TMB Platinum que inicia neste domingo (6) e segue até o próximo dia 13 na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), promovido pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). Para competir no evento, os mesa-tenistas contaram com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

“O tênis de mesa é um excelente esporte e dentro dessa competição os atletas irão dar o seu máximo para representar o Pará, em uma comitiva de 15 mesa-tenistas com grandes chances de se destacarem neste evento. A modalidade está em ascensão no nosso estado e a Seel contribui apoiando esses competidores. Vale ressaltar que é um esporte que pode ser desenvolvido em escolas e em projetos estaduais”, disse Erivelto Pastana, diretor técnico de Esporte da secretaria. 

De acordo com Adriano Judá, atleta e técnico, mesmo em meio à crise sanitária, a equipe conseguiu se readequar e manter um ritmo de treino satisfatório. “Mesmo com todos os obstáculos que enfrentamos por causa da covid-19, conseguimos manter os treinos. Claro, tivemos que nos adaptar e nos adequar para poder treinar de forma segura. E assim, conseguimos manter o ritmo e nos preparar para essa competição com a ajuda do Governo do Estado, por meio da Seel, para custos da viagem”, conta Adriano.

São quatro equipes masculinas e uma feminina para disputar em três categorias: equipe de clubes, equipe de seleção estadual e individual. 

Também participam do campeonato Victor Lourenço, Layla Pamplona, Adriano de Oliveira, Pablo Bahia, André Ruivo, Edevandro Yury Nery, Sérgio Rodrigues, Danilo Lima, Lucas Cardoso, Adilson Alcântara, Gláucia Medeiros, João Victor,  Leidiane Marinho e Glauciane Mendes. 

Glauciane foi uma dos 67 atletas contemplados em edital anterior do Programa Bolsa Talento, que é gerenciado pela pasta estadual de Esporte e Lazer, e acredita que pode trazer medalha para o Pará. “Passei cinco meses treinando mesmo sem a certeza de que a competição seria realizada, em razão da pandemia. Agora minha expectativa é a melhor possível. No ano passado, eu e outra atleta fomos campeãs brasileiras na categoria absoluto C. Este ano, estou com outra equipe e espero conquistar o bicampeonato para o nosso Estado e no individual espero conseguir o primeiro lugar”, afirmou a mesa-tenista.