Três pessoas são presas pela PC durante a Operação Valente

Ação iniciou na madrugada para cumprir oito mandados de busca e apreensão e três de prisão

04/12/2020 08h11 - Atualizada em 04/12/2020 18h47
Por Cristiani Sousa (PC)

A Operação Valente, realizada pela Polícia Civil do Pará, iniciou na madrugada desta sexta-feira (4) para cumprir oito mandados de busca e apreensão e três de prisão. As detenções foram realizadas em Belém, entre elas, uma no Distrito de Outeiro e outra no Hospital de Custódia da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). Um policial militar foi preso durante a ação, que contou com a participação da Corregedoria Geral da PM.

"Uma mulher, tia do policial militar, também foi presa acusada de ser a mandante do crime ocorrido em 2017, após discussão através de aplicativos de mensagens. As nossas equipes não descansaram até elucidar de fato, este caso", ressaltou o delegado-geral da Polícia Civil, Walter Resende.

A operação foi deflagrada pela Divisão de Homicídios, Núcleo de Inteligência Policial (NIP) e Coordenadoria de Operações Especiais (Core). 

Caso – Aurilene Valente Lemos, 34, foi morta a tiros no dia 22 de agosto de 2017, na frente da filha de 5 anos, na passagem Maria de Nazaré, próximo da rodovia Mário Covas, em Ananindeua. A vítima foi abordada por um homem que desembarcou de um veículo preto.