Santa Casa realiza ação de planejamento familiar a usuários do SUS

Hospital oferece o DIU (Dispositivo Intra Uterino), a laqueadura tubária e a vasectomia, e realiza palestras educativas sobre cada método

20/11/2020 14h05 - Atualizada em 20/11/2020 15h07
Por Samuel Mota (SANTA CASA)

A Fundação Santa Casa realizou nesta sexta-feira (20) uma palestra educativa sobre planejamento familiar para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que desejam realizar laqueadura, vasectomia e colocação de Dispositivo Intrauterino (DIU). 

A palestra educativa desta sexta-feira (20) esclareceu dúvidas sobre os métodos contraceptivos como a laqueadura e a vasectomia A assistente social, Ana Márcia Serrão conversou com as pessoas no auditório do hospital e informou que a palestra é uma determinação de legislação que prevê que entre a manifestação da vontade e o ato cirúrgico tem que se passar 60 dias, e dentro desse período, a pessoa que quer se submeter a um procedimento definitivo, tem que ser atendida por uma equipe multidisciplinar para que se desencoraje cirurgias desnecessárias precoces. 

“A gente tem a oportunidade de conhecer essas pessoas, de esclarecer e tirar suas dúvidas sobre os procedimentos, que muitas não têm nem noção do que é a vasectomia, do que é a laqueadura, não tem acesso às redes de informações e aí vêm com muitas dúvidas'', explicou Ana Márica Serrão.

Ela acrescentou ainda "recebemos muita gente do interior, muita gente jovem. E essa é a oportunidade que elas têm para um esclarecimento, não só o fluxo desses métodos, mas repensar o tema planejamento familiar, o que eu quero para minha vida”, destaca Ana Márcia.

Comerciária e moradora do município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB), Camila Castro relata que a palestra é importante porque tira dúvidas sobre se fazer esses procedimentos. “Tenho três filhos, sou mãe solteira e estou necessitando muito fazer essa cirurgia de laqueadura e minha expectativa é realizar para resolver uma situação que complica nosso dia a dia”.

“Essa palestra, que foi dada, é de grande importância porque coloca muita decisão e tira muitas dúvidas, para que eu possa decidir se coloco o DIU ou faço a laqueadura. É uma decisão que requer o apoio de profissionais como os que existem aqui na Santa Casa”, disse a dona de casa, Luana Amintas, moradora de Belém.

Para Cristina Bacellar, moradora de Joanes, distrito de Salvaterra, na região da Ilha do Marajó, é preciso se informar bem sobre o que fazer. “A gente, que vive na zona rural, quando recebe as informações corretas, nos sentimos mais seguras. No meu caso tive quatro filhos, dois eu perdi. E meu esposo decidiu fazer a vasectomia, por isso, vim aqui para receber informações e repassar para ele. Para mim, e as demais pessoas que observei, essa ação é importante porque te mantém atualizado sobre o que o SUS pode proporcionar para nós”, disse Cristina.

Enfermeira da Fundação Santa Casa, Anne Campos disse que sobre os métodos contraceptivos definitivos, que são a laqueadura e a vasectomia, o Ministério da Saúde preconiza que tanto a mulher quanto o homem, tenham a partir de 26 anos de idade ou que tenham no mínimo dois filhos vivos. 

“O grande objetivo na nossa palestra primeiro é oferecer aos participantes e demonstrar para eles todos os métodos contraceptivos que existem. Para nós podermos falar e chegarmos ao que oferecemos na Santa Casa em especial a inserção de DIU e a laqueadura'', afirmou a enfermeira Anne Campos.

Ela disse ainda que a intenção é deixar claro o que é o planejamento familiar, "para que eles tenham esse momento e o conhecimento de todos os detalhes e métodos e chegarmos aos métodos definitivos, para que possam conversar e definirem se de fato é o desejo deles”. 

Encaminhamento – As usuárias do SUS cadastradas no ambulatório da mulher da Santa Casa ou que já foram atendidas na maternidade e têm interesse nos procedimentos contraceptivos, podem fazer suas inscrições para participarem das palestras educativas.

Para colocação do Dispositivo Intrauterino, a mulher precisa ser atendida na Santa Casa e se for da vontade dela e estiver no critério do uso do DIU, ela ajusta esse procedimento junto ao ambulatório. As demandas para laqueadura e vasectomia, também são junto ao ambulatório do hospital, dentro dos critérios, a exemplo de se ter 26 anos, com o mínimo dois filhos vivos.

A Santa Casa oferece o DIU (Dispositivo Intra Uterino), a laqueadura tubária e a vasectomia. Orienta-se, ainda, sobre o uso do preservativo, já que o Ministério da Saúde recomenda que precisa haver a dupla proteção, além do método anticoncepcional, como forma de prevenção das ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis).