Hemopa recebe família de Macapá que atendeu ao chamado da campanha S.O.S Amapá 

10/11/2020 15h46 - Atualizada em 10/11/2020 16h26

Na próxima sexta-feira (13), a primeira remessa de bolsas de sangue arrecadadas em Belém será enviada para Macapá, capital do Amapá. Os doadores voluntários que desejam participar desta ação podem fazer a sua parte comparecendo em qualquer uma das unidades do Hemopa, em Belém.

Matias Pires chegou ao Hemocentro de Belém com os dois filhos, Luig e Letícia, para demonstrar toda a solidariedade aos conterrâneos que moram no estado do Amapá. “É um gesto de altruísmo que não nos custa nada e pode valer muito para a vida de alguém que está precisando de uma bolsa de sangue”, disse Matias que é juiz em Macapá e está de férias em Belém. 

Desde o dia 3 de novembro, quando um raio atingiu a subestação de energia elétrica localizada na Zona Norte de Marcapá, o estado ficou sem luz por seis dias e entrou em estado crítico. Dentre os problemas enfrentados pela população, a falta de sangue. Por isso, a Fundação Hemopa lançou a campanha S.O.S Amapá e está mobilizando doadores de sangue para suprir a necessidade do Hemocentro do Amapá. 

“Somos estados vizinhos e temos que ser solidários. Todos os Hemocentros do Brasil sofreram com o desabastecimento dos estoques neste período de pandemia. Sabemos o quanto é difícil, pois a demanda hospitalar não para. Por isso, nos colocamos a disposição para ajudar o Hemocentro do Amapá, enviando bolsas de hemocomponentes”, destacou Paulo Bezerra, presidente da Fundação Hemopa.

Diante do cenário da cidade em que cresceram, Luig e Letícia, filhos de Matias, atenderam ao chamado do Hemopa e doaram sangue pela primeira vez. “Por sermos de Macapá, e nossos familiares e amigos estarem lá, decidimos vir aqui ajudar nesta campanha”, disse Letícia Pires, estudante de 21 anos. 

“A gente tem a realidade bem próximo da gente e viemos fazer a nossa parte. E essa será a primeira doação de muitas”, destacou o universitário, Luig Pires, 19 anos.

Critérios para ser um doador de sangue

Toda pessoa que tem o sentimento de amor ao próximo e hábitos saudáveis pode ser um doador de sangue. Além disso, é preciso estar dentro dos critérios básicos. 

Ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal);
Pesar acima de 50 kg;
Estar em boa condições de saúde;
Apresentar um documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH, Passaporte ou Carteira de Trabalho).
 

Neste período de pandemia, também foram incluídos critérios para quem teve Covid-19. É necessário esperar 30 dias após a cura para doar. E quem teve contato com pessoas que tiveram Covid-19, deve esperar 14 dias após o último contato.

 

A coleta de sangue é realizada em três lugarem, em Belém. Veja o funcionamento:

 

Hemocentro Belém 

Endereço: Travessa Padre Eutíquio, 2109. Bairro Batista Campos.

Atendimento: segunda a sexta, 7h30 às 18h. Aos sábados, 7h30 às 17h.

Contato: (91) 3110-6500

 

Shopping Pátio Belém 

Endereço: Travessa Padre Eutíquio  

Atendimento: segunda a sexta, 13h às 16h30. 

 

Posto de atendimento Shopping Castanheira

Endereço: Rodovia BR 316, Km 1 - Acesso do Pórtico Metrópole.

Atendimento: segunda a sexta, 7h30 às 18h. Sábados, 7h30 às 17h. 

Contato: (91) 8183-9977

 

 

 

 

Por Anna Cristina Campos (HEMOPA)