Sejudh participa da 19ª Parada do Orgulho LGBTI+ de Belém

Por causa da pandemia da Covid-19, evento aconteceu em formato de live neste domingo (8) com shows em três horas de transmissão ao vivo

09/11/2020 15h10 - Atualizada em 09/11/2020 16h54
Por Gerlando Klinger (SEJUDH)

Com transmissão ao vivo neste domingo (8), a 19ª Parada do LGBTI+ de Belém contou com a participação de representantes da SejudhCom o tema “Resistência Ontem, hoje e sempre...”, ocorreu no último domingo (8) a 19ª Parada do LGBTI+ de Belém que, este ano, por conta da pandemia, foi realizada em formato de live. O evento contou com a participação de representantes da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Pará (Sejudh).

Promovido anualmente pelo Grupo Homossexual do Pará, a manifestação contou com shows de artistas locais, performance e muita música que marcaram as três horas de transmissão ao vivo. Um time de apresentadores dividiu o palco e apresentou um histórico da luta LGBTI+ no Pará. 

O responsável pela Gerência de Livre Proteção à Orientação Sexual (GLOS), Rafael Ventimiglia, apresentou um panorama das diretrizes e ações desenvolvida pela Sejudh na proteção e defesa de direitos humanos da população LGBTI+.

O evento contou com shows de artistas locais, performance e muita música em três horas de transmissão ao vivo pelo canal do Youtube “Nossa atuação é em parceria com a sociedade civil para avançar com as políticas que protejam a população LGBTI+”, disse Ventimiglia. “Por conta da pandemia, muitas pessoas ficaram em situação de vulnerabilidade social e nós conseguimos entregar cestas básicas a 16 municípios paraenses”, informou. 

O gerente da Gerência de Livre Proteção à Orientação Sexual afirmou que o Pará é referência em políticas públicas à população LGBTI+. “Nós temos estabelecido um diálogo permanente com a sociedade civil, para garantir espaços de interlocução, entre o poder público e a sociedade, de forma a garantir o um efetivo acesso à cidadania”. 

Representando o secretário Alberto Teixeira, a chefa de gabinete da Sejudh, Claudilene Maia colocou a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Pará à disposição da comunidade LGBTI+. “A Sejudh tem interesse na legitimidade das políticas públicas de interesse da população LGBTI+.”. 

Gerência de Livre Orientação Sexual

A Gerência de Livre Orientação Sexual, da Sejudh, tem por principal objetivo a interlocução das Políticas Públicas Transversais para o enfrentamento da LGBTIfobia e para a promoção dos instrumentos de acesso à cidadania e garantia dos direitos humanos.

A 'Gerência' atua em consonância com as autoridades do Ministério das Mulheres, da Família e dos Direitos Humanos e é o principal meio de interlocução entre o Governo do Estado e o Movimento LGBT no Estado do Pará.

Parada do Orgulho LGBTI+ de Belém é realizada desde 2001 e, neste ano, teve de ser adiada (em formato presencial) por causa da pandemia da Covid-19.

SERVIÇO

Acesse o link e acompanhe a 19ª Parada do Orgulho LGBTI+ de Belém