Mais de 300 famílias de Belém e Marituba são contempladas pelo programa habitacional 'Sua Casa'

Em menos de dois ano, o programa já ultrapassou 32 mil pessoas beneficiadas com recursos para melhorar as condições de suas residências

05/11/2020 19h49 - Atualizada em 05/11/2020 21h20

O governador Helder Barbalho ao lado de autoridades e de vários beneficiados pelos recursos do ’Sua Casa’“Muito obrigada. Ninguém esperava uma coisa dessas, de graça, pra nós. É muito gratificante. Eu tenho certeza que muitas famílias estão felizes que nem eu, de receber isso do governador, e não ficamos com dívida nenhuma com o Estado”. As palavras de agradecimento da aposentada Maria da Graça Pereira, que reside na Rua Valdomiro, em Ananindeua, município da Região Metropolitana de Belém, traduziram a emoção das mais de 300 famílias que receberam nesta quinta-feira (5) os benefícios do programa habitacional “Sua Casa”, executado pelo Governo do Pará. Com a presença do governador Helder Barbalho, o programa que garante recursos para a melhoria das residências de pessoas em situação de vulnerabilidade social contemplou famílias de Belém e Marituba.

Helder Barbalho garantiu que o governo está levando o Programa Sua Casa para todos os municípios paraensesHelder Barbalho entregou os primeiros benefícios, em evento realizado à tarde, destinados à construção, reforma, ampliação, melhoria ou adaptação de residências. “O Programa Sua Casa tem por objetivo melhorar as unidades habitacionais daqueles que mais precisam, e estamos levando esse programa para todos os municípios do Estado. Fico muito feliz de poder colaborar com a política habitacional liderada pelo governo do Estado, através da Cohab (Companhia de Habitação do Pará), para fazer com que as casas das pessoas possam estar com qualidade, garantindo dignidade e, acima de tudo, um ambiente com felicidade para as famílias paraenses”, ressaltou o governador.

O “Sua Casa” já contemplou mais de 8 mil famílias carentes em todas as regiões do Pará desde sua criação, em 2019. A estimativa da Cohab é que, em menos de dois anos, mais de 32 mil pessoas já conseguiram melhorar suas residências com o apoio direto do programa.Helder Barbalho entregando o benefício, destinado a famílias em situação de vulnerabilidade social

Além do recurso para compra de material de construção, o “Sua Casa” garante o pagamento da mão de obra, uma inovação do programa, de acordo com o titular da Cohab, Luís André Guedes. “São famílias carentes, de baixa renda, que hoje vão ter o seu sonho realizado, de ter o seu imóvel, sua casa própria, melhorando sua qualidade de vida e tendo um local pra chamar de seu, um teto. São famílias simples, famílias que precisam ter esses benefícios para sair das dificuldades em que se encontram. É com imensa felicidade que hoje a gente entrega esse benefício”, afirmou o gestor.

Agradecimentos - Depois de passar por uma experiência traumática ao ver sua casa destruída em um incêndio, Jeane Mendes Sarges só viu motivos para agradecer. “Nós recebemos uma ligação abençoada ontem e, graças a Deus nós vamos poder voltar pra dentro de casa. Agradecer primeiramente a Deus e ao governo do Estado, ao governador Helder”, contou. A professora Jeane Sarges esteve no evento representando outras quatro famílias que também tiveram as residências atingidas pelo fogo, e como ela foram beneficiadas pelo programa estadual.A professora Jeane Mendes Sarges recebeu os recursos para reconstruir sua casa, destruída em um incêndio

O valor concedido pelo “Sua Casa” para aquisição de material de construção e pagamento da mão de obra pode chegar a R$ 21 mil. Todos os valores são calculados levando em consideração dados previstos em uma tabela técnica.

Para selecionar os candidatos que atendem aos critérios estabelecidos em lei para contemplação pelo programa, a Cohab conta com equipes de engenheiros para avaliar a situação das moradias, e de assistência social, para averiguar a condição social dos candidatos.

Os interessados em se cadastrar no Programa Sua Casa podem se dirigir ao prédio da Cohab ou à Secretaria de Assistência Social do município onde reside. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (91) 3214-8521.

Por Raiana Coelho (SECOM)