Comitiva do Ministério do Turismo conhece potencialidades do Pará em várias regiões

A visita de quatro dias faz parte de estratégia do MTur para fomentar o setor turístico e movimentar a economia local

28/10/2020 18h04 - Atualizada em 28/10/2020 19h07
Por Israel Pegado (SETUR)

Uma comitiva de representantes do Ministério do Turismo (MTur) chegou ao Pará na tarde de terça-feira (27) e permanece no Estado até a próxima sexta-feira (30). O grupo de funcionários está verificando imóveis e empreendimentos para possível captação de investimentos, além de se reunir com empresários paraenses. A ação é parte de uma estratégia do MTur de fomentar a atividade turística e movimentar a economia local, e atende a uma solicitação feita pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) para avaliação de possibilidades de negócios.

A equipe técnica do Ministério do Turismo se reúne com gestores da área e empresáriosO principal objetivo da comitiva é identificar espaços e propor projetos estruturantes, como a revitalização de casarões antigos, para se tornarem museus, restaurantes ou hotéis-boutique, preservando assim o patrimônio histórico. A comitiva do MTur é formada pelo secretário nacional de Atração, Parcerias e Concessões, Lucas Fiuza, e pelos assessores institucionais Karl Heisenberg e Eduardo Nóbrega.

No primeiro dia em Belém, a comitiva visitou os galpões de ferro da Companhia Docas do Pará (CDP), a Estação das Docas e o Complexo Feliz Lusitânia, no centro histórico da capital. Nesta quarta-feira (28), acompanhados do secretário de Estado de Turismo, André Dias, os técnicos do Ministério fizeram um sobrevoo sobre as ilhas das Onças e do Combu – na área insular de Belém -, no Parque Amazônia, Marajó e Salinópolis, na costa atlântica. A programação terminou no Mangal das Garças.

Trabalho em parceria - "Nós selecionamos uma série de opções de investimentos na área turística do Estado. É importante trabalhar em parceria com o MTur, para que eles possam nos auxiliar na atração desses investimentos. Para que isso possa acontecer, eles precisam conhecer melhor o Pará, todas as suas potencialidades, o destino de perto, suas oportunidades de negócios nacionais e internacionais. O turismo tem uma capacidade de geração de emprego e renda muito grande, e temos que trabalhar com o mercado para alcançar esses investimentos", ressalta o secretário André Dias.A comitiva durante o sobrevoo sobre ilhas, áreas de floresta e a costa atlântica paraense

Para esta quinta-feira (29) estão previstas reuniões com o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir Tose, e com o empresário Ulli Braga, proprietário do Aqualand Resort, em Salinópolis. À tarde, os representantes do MTur voam para Santarém, na região oeste, onde na sexta-feira (30) visitarão as futuras instalações do Centro de Convenções de Santarém e se reunirão com Luiz Felipe Moura, membro da Organização de Desenvolvimento Cultural e Preservação Ambiental (AmaBrasil), para tratar sobre o Projeto MUCA, voltado à criação do Museu de Ciências da Amazônia no município de Belterra, próximo a Santarém.

O projeto é uma iniciativa do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceria com a Prefeitura de Belterra, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a AmaBrasil.

Antes do retorno a Brasília (DF), a comitiva ainda abordará, em reunião, o Projeto Interpraias.