Servidores se dedicam ao atendimento de pacientes do SUS na Santa Casa

Hospital tem uma equipe competente que trabalha duramente para que os mais necessitados tenham acesso a serviços de qualidade

28/10/2020 09h09 - Atualizada em 28/10/2020 10h57
Por Samuel Mota (SANTA CASA)

Servidora pública há 36 anos, a enfermeira Maria de Nazaré Falcão segue comprometida a prestar um bom atendimento diariamenteNesta quarta-feira (28) comemora-se o Dia do Servidor Público, e a Santa Casa reconhece a importância dos servidores do Hospital. Profissionais das diversas áreas de saúde e de outras formações determinados a prestar um bom atendimento a quem recorre a um dos mais importantes estabelecimentos públicos do Pará, que até o último mês de setembro realizou 26.361 procedimentos em sua na área de Urgência e Emergência Obstétrica. 

Esses atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) demonstram a credibilidade das pessoas no trabalho dos profissionais da Instituição. Mais do que números, a assistência à saúde prestada pela Santa Casa salva vidas, diariamente, e este ano, mesmo diante da pandemia da Covid-19, mais uma vez, o hospital se tornou referência para receber pacientes acometidos com a doença, no território paraense.

A enfermeira Maria da Nazaré Falcão, de 64 anos de idade, especialista em saúde pública é servidora pública há 36 anos e, atualmente, trabalha no Ambulatório da Mulher da Santa Casa. Ela sintetiza o que entende como atender bem aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Estou há um ano aqui, trabalhando no ambulatório da mulher com diagnóstico de câncer de mama e de colo de útero. Para mim, o ato de servir o público é atender a população de forma humanizada, pois é isso que a população merece, e é esse o papel do servidor”, ressalta Maria de Nazaré Falcão.

Sobre o Dia do Servidor, a enfermeira observa, "temos um papel essencial no atendimento ao público, sempre que atendo alguém, faço isso da maneira que gostaria de ser atendida: com atenção, com carinho e de forma humanizada para que o usuário, mesmo que esteja doente, saia daqui feliz porque foi bem atendido. O nosso papel de servidor público é atender bem o usuário”, destaca Falcão.

Com a experiência de quase quatro décadas no serviço público, a médica pediatra Celina Maciel frisa a importância da profissão na atenção à saúde do público. “É importante que nós possamos auxiliar de alguma maneira no momento em que aquela pessoa está com o seu bem mais precioso, que é a vida, passando por algum agravo. Então precisamos acolher o paciente e ajudá-lo o máximo que pudermos. Nesses 40 anos de medicina eu ví muitas mudanças. Hoje nós temos muito acesso à tecnologia, presente na medicina, mas ainda é essencial para nós, médicos, nos aproximarmos do paciente, conhecer sua história clínica, fazer seu exame físico para ter um bom diagnóstico”.

A médica pediatra Celina Maciel frisa a importância da profissão na atenção à saúde pública, desempenhada com humanização A doutora Celina Maciel observa que tem amor sobre a Santa Casa, “essa instituição, eu digo que é como um ópio para mim, porque eu tenho um amor, um vício por essa instituição. Aqui eu passei por vários setores, desde a pediatria, gerência da pediatria, diretoria clínica e eu fui uma das pessoas que lutaram para que a Santa Casa fosse transformada em fundação, junto com a doutora Angelina e a doutora Fátima Pompeu”.

Bruno Carmona, presidente da Fundação Santa Casa, diz que a instituição, com cerca de três mil servidores, é um hospital e conta com a força de trabalho dos servidores, que doam o melhor de si. “São pessoas que trabalham e atuam no hospital com carinho, dedicação, empenho, entendendo o cenário político e social e executando as suas atividades e tarefas sempre em prol da população. Os seridores buscando um atendimento de excelência. E no Dia do Servidor Público nada mais justo do que esse reconhecimento do Governo do Estado e que a gente, como gestor, faz essa justa homenagem aos trabalhadores que aqui atuam com muita satisfação. Por isso, agradecemos e rendemos homenagens aos que trabalham e se empenham pela nossa sociedade”.

CAPACITAÇÃO 

Um total de 1.874 servidores foram capacitados em 2020, levando-se em conta as ações de emergência para o combate e prevenção à Covid-19. A Fundação Santa Casa reformulou a programação anual de capacitações, conseguindo um número expressivo de servidores alcançados nas ações de educação permanente.

As capacitações dos processos de Aleitamento Materno e Método Canguru, voltaram a acontecer cumprindo as medidas sanitárias contra a pandemia, a exemplo do Treinamento de Escala para os Técnicos de Enfermagem; Capacitação para o ato Transfusional; Capacitação das equipes de enfermagem com os Cuidados Neonatais, entre outros.

Os servidores também foram orientados para os cuidados na atuação nas enfermarias, UTIs e demais locais do hospital, por conta da referência no atendimento às pacientes grávidas suspeitas e positivas da Covid-19, além de suporte de UTI para pacientes regulados.

A Assessoria de Controle de Infecção Hospitalar (ACIH) coordenou as capacitações referentes às formas de transmissão e cuidados da COVID19, além do manuseio dos EPI’s na paramentação e desparamentação, por meio de simulação realística (in loco). Tudo isso só foi possível por conta do apoio das gerências que atuam no hospital, entre as quais a gerência de enfermagem.