Agentes penitenciários representarão o Pará em curso no Ceará

24/10/2020 13h12
Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)

Seis agentes penitenciários do Pará foram selecionados para participar do III Curso de Intervenção Rápida em Recinto Carcerária (III CIRRC), promovido pela Secretaria de Administração Penitenciária do Ceará (SEAP/CE). A parceria entre o órgão e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Pará (SEAP/PA) permitirá a troca de experiência e a capacitação continuada dos servidores na sede da organizadora, localizada na Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará. Os servidores foram selecionados durante um processo seletivo realizado em parceria entre a Escola de Administração Penitenciária da SEAP/PA e a Escola de Gestão Penitenciária do Estado do Ceará (EGPR). 

São cinco homens e uma mulher que representarão o estado do Pará. A capacitação começará dia 5 de novembro. O curso terá duração de aproximadamente 20 dias, com carga horária de 200 horas. Todos os agentes aprovados no processo seletivo e aprovados são formados no I Curso de Operações Penitenciárias, realizado pela SEAP por meio do Comando de Operações Penitenciárias (COPE) da SEAP/PA. 

A agente penitenciária, Monique Quaresma, 25 anos, afirma estar capacitada para representar o Estado. "Os cursos realizados me ajudaram nesta conquista e a capacitação do CIRRC vai contribuir ainda mais para meu desenvolvimento na profissão. Esse curso é algo diferente da nossa realidade. Vamos conhecer uma nova cultura, aprender novas técnicas e ter um novo aprendizado para contribuir com o sistema penitenciário do Pará. Estou muito feliz de representar as mulheres do sistema prisional”, afirma. 

Wilson Sousa, 28 anos, diz estar muito feliz pela conquista e relata que o curso significa muito. “É importante sempre buscarmos aprender algo novo para nos tornarmos profissionais melhores. O curso administrado pelo Ceará é referência no sistema penitenciário e é muito significativo para a gente. Vamos com toda a vontade de aprender”, ressalta. 
 
O Teste de Aptidão Física foi executado pela EAP, com apoio técnico do COPE. O comandante do COPE, ten. cel. Vicente Neto, ressalta a importância da parceria com o Ceará. “A interação com o Estado do Ceará é importante para agregar conhecimento técnico e tático no ambiente carcerário. Os profissionais que vão para lá são servidores já capacitados, treinados e que, aliado ao conhecimento que lá será adquirido, só terão a agregar ainda mais para o sistema penitenciário paraense”, afirma.

O diretor da Escola de Administração Penitenciária da SEAP, João Arroyo, explica que o curso realizado no Ceará é uma tradição da formação da elite dos profissionais do Brasil no trabalho dentro do cárcere. "Estamos agora participando com seis agentes já treinados porque se trata de um curso avançado. Nossos agentes vão participar para se qualificar como instrutores permanentes da SEAP. Trata-se de uma qualificação que valerá resultados permanentes para o sistema penitenciário paraense", destaca.  

Está previsto para o final de novembro a execução do I Curso de Intervenção Rápida em Recinto Carcerária (I CIRRC) no Pará. O curso será ministrado por profissionais do Ceará, em parceria com a SEAP, prevista para ocorrer de 30 de novembro a 19 de dezembro. O edital para inscrições será divulgado no site institucional da Seap. As programações, tanto a participação do Pará no curso do Ceará quanto a realização do curso do estado paraense, são resultados da imersão feita no início de outubro, em que diretores penitenciários e administrativos da SEAP participaram de uma semana de atividades técnicas na secretaria do Ceará.