Escola de Governança e Seduc definem capacitação online para professores do ensino médio

A qualificação, que deve chegar aos 144 municípios, é voltada às áreas de conhecimento aplicadas no Enem

02/10/2020 19h13 - Atualizada em 02/10/2020 23h13
Por Isabela Quirino (EGPA)

A Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA) e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizaram na tarde desta sexta-feira (2) uma reunião de alinhamento para a Formação de Professores do Ensino Médio (Forpem), por meio de videoconferência. Participaram gestores das unidades administrativas regionais da Seduc e coordenadores do curso.

O Forpem se destina à qualificação de professores do ensino médio nas áreas de conhecimento aplicadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No último ano, mais de 111 professores concluíram a capacitação, atendendo 36 escolas de ensino médio dos bairros Benguí, Cabanagem, Guamá, Jurunas e Terra Firme, em Belém; Icuí, em Ananindeua, e Nova União, em Marituba, que integram o Programa Territórios pela Paz (TerPaz). O conhecimento foi repassado nos modelos presencial e a distância. Gestores das unidades administrativas regionais da Seduc e coordenadores do curso participaram da videoconferência

"No último ano realizamos a programação perto da prova do Enem e recebemos demandas de todo o Estado. Agora, buscamos maneiras de oferecer esta capacitação para servidores de mais municípios", informou a diretora geral da Escola de Governança, Evanilza Marinho.

Na reunião foi discutida a oferta da formação, ainda em 2020, em municípios do interior, com a EGPA utilizando a plataforma EaD (educação a distância), em um curso 100% online para mais de 3 mil professores nos 144 municípios.

Em todo o Estado - “Com esta reunião reafirmamos a parceria já construída entre as instituições e buscamos alcançar o Estado inteiro com esta formação tão importante para servidores e alunos”, disse Jaime Ramos, da coordenação do curso na Escola de Governança.

O curso terá 20 horas, sendo 4 de trabalho vivencial, com um “aulão” virtual para os alunos das escolas onde trabalham os professores capacitados.

A direção da EGPA pretende abrir as inscrições para a qualificação ainda em outubro.