SEAP e Seduc discutem retomada das aulas presenciais 

28/09/2020 17h50 - Atualizada em 28/09/2020 18h08
Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)

Nesta segunda-feira (28), representantes da Coordenadoria de Educação da Seap reuniram com técnicos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para apresentar as medidas tomadas pela Secretaria para retomada das aulas do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA) nas unidades prisionais do Estado. Ao todo, 26 professores do convênio da Seduc com a Seap participaram da reunião, onde foram tiradas todas as dúvidas dos educadores. A retomada das aulas está prevista para 5 de outubro e seguirá todas as medidas de prevenção do novo coronavírus. 

Todas as salas de aula serão lavadas e higienizadas. Estão sendo finalizadas também instalações de pias com água e sabão. Tanto os professores quanto internos terão de passar por uma verificação de temperatura antes das aulas. Serão disponibilizadas ainda máscaras de pano, face shield, álcool em gel. Para a realização das aulas, será feito um rodízio para que não tenha lotação nas salas. Serão 10 alunos em cada período de aula para que todos sejam atendidos da mesma forma. 

A coordenadora de educação prisional da Seap, Patrícia Sales, ressalta que o retorno vai ser feito com todo o cuidado. “A Seduc e a Seap estão andando de mãos dadas para que esse retorno seja da melhor forma possível”, afirma. 

A professora Elizete Assunção, educadora do Centro de Recuperação Feminino (CRF), em Ananindeua, conta que está ansiosa para voltar para a sala de aula. “Estamos muito ansiosos. Durante esse tempo ficamos preparando conteúdo para as aulas, estamos organizando de maneira mais carinhosa possível”, ressalta. A abertura das aulas será feita de forma gradual, seguindo os protocolos como preconiza o Ministério da Saúde. A SEAP dará todo o suporte de segurança para os educadores e para os internos para que tenham uma aula tranquila e com segurança.

A reunião contou ainda com duas palestras: uma sobre saúde no sistema penitenciário e as ações desenvolvidas contra o novo coronavírus, ministrada por Bruno Araújo, enfermeiro da Seap, e outra por Ringo Alex Frias, diretor de Administração Penitenciária (DAP), sobre a segurança do sistema.