Internações por acidente de trânsito aumentam no Hospital Regional da Transamazônica

25/09/2020 19h29
Por Karine Sued Oliveira (HRPT)

Os acidentes no trânsito deixaram mais de 1,6 milhão de brasileiros feridos nos últimos dez anos e representaram um custo de cerca de R$ 2,9 bilhões para o Sistema Único de Saúde (SUS). As informações estão no levantamento divulgado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), com base em dados do Ministério da Saúde.

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus e com a necessidade de quarentena, a redução no número de atendimentos por acidente de trânsito na rede pública, que era esperada, não ocorreu. Houve aumento dos casos no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira.

Entre janeiro e julho deste ano, o hospital recebeu 233 pacientes vítimas de acidentes de trânsito, 78,57% do sexo masculino. O número representa aumento de 35% em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2019, o número de internações registrado foi de 173. Outro dado revela que 26,29% das vítimas desse tipo de acidente tinham idade entre 21 e 30 anos.

O Regional Público da Transamazônica é referência em casos de média e alta complexidades para nove municípios da Região do Xingu. “Trabalhamos com palestras e sensibilização em escolas e demais órgãos, para tentar evitar ou diminuir os acidentes em Altamira e região. Desta forma, além do atendimento às vítimas, também contribuímos para a prevenção e conscientização da população”, diz o diretor Hospitalar, Edson Primo.

As informações estatísticas do Hospital Regional de Altamira fazem parte do programa “Direção Viva”, que tem por objetivo educar, prevenir, conscientizar e sensibilizar a população em geral.