Adepará concede primeiro título de registro no Serviço de Inspeção Estadual do Baixo Amazonas

23/09/2020 19h42
Por Monique Hadad (ADEPARÁ)

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará) concedeu, na terça-feira (22), o primeiro título de registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) do Baixo Amazonas. Localizada no município de Santarém, a granja avícola Tapajós, a partir de agora, poderá expandir o comércio para todos os municípios paraenses, alavancando o potencial granjeiro da região.

O estabelecimento produz mais de dois milhões de ovos por mês, gerando 25 empregos diretos e mais de 50 indiretos. De acordo com o diretor-geral da Adepará, Jamir Macedo, o registro da avícola no serviço de inspeção é um marco para o desenvolvimento do setor produtivo local.

“O registro vai possibilitar a abertura de novos mercados, maior agregação de valor ao produto, geração de empregos diretos e indiretos em uma cadeia que é extremamente extensa, bem como geração de renda e circulação de recurso local. Aliado a isso, poderá haver o estímulo dos produtores locais a desenvolverem a produção de aves de postura, justamente porque agora eles vão ter um local que vai receber esses ovos e poderá escoar a produção”, ressaltou o diretor.

A atuação da Adepará é primordial para os produtores obterem o selo. "Os estabelecimentos com SIE recebem orientações técnicas da instituição, que promovem melhor qualidade ao produto, passando a ser referência em seu segmento", destacou o médico veterinário e responsável pela Gerência de Inspeção de Carnes, Ovos e Derivados da Adepará, Marcos Braga Alves.

Regulamentação - O Serviço de Inspeção Estadual tem a finalidade de inspecionar, fiscalizar e controlar aspectos higiênico-sanitários dos produtos, assim como cadastrar e credenciar estabelecimentos que comercializam e realizam atividades de produção, armazenamento e beneficiamento de produtos de origem animal.

O setor é essencial para o agronegócio, pois garante aos consumidores paraenses alimentos seguros, reduzindo o risco de infecções e toxinfecções alimentares. O registro no SIE contribui diretamente para o combate à clandestinidade, ao incentivar que os estabelecimentos atendam à legislação vigente e, assim, ampliem o mercado para seus produtos.

Serviço - O proprietário ou representante legal que quiser fazer o registro do estabelecimento no SIE deve entrar em contato com a unidade regional de atendimento da Adepará mais próxima. Os números e e-mails estão disponíveis no site da Adepará.