Operação Fênix combate queimadas com reforço de bombeiros em cinco municípios

10/08/2020 19h11 - Atualizada em 10/08/2020 20h40
Por Igor Luz (CBM)

O Corpo de Bombeiros Militar e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil iniciaram, nesta segunda-feira (10), a Operação Fênix 2020, de combate a incêndios florestais, que mobiliza 58 bombeiros militares deslocados para diversos municípios. Programada para seguir até 10 de setembro, a ação foi planejada com base no aumento de 89% nas ocorrências de queimadas registradas nas regiões envolvidas, no período de maio a julho deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado.

A operação será dividida em duas quinzenas, com o efetivo de 50 militares em cada, mais oito bombeiros auxiliares para apoio logístico. A tropa faz parte das Guarnições de Combate a Incêndio Florestal. Cada equipe é formada por especialistas em combate a incêndios florestais do Corpo de Bombeiros Militar. A atuação se concentra nas áreas mais afetadas dos municípios de Marabá, Altamira, Itaituba, Redenção e Parauapebas, que terão bases operacionais com dez bombeiros militares em cada.

Preservação - “Esta operação tem a finalidade de proteger vidas, patrimônio e o meio ambiente. Nossos militares estão devidamente preparados para as missões. Até o fim da operação será feita uma avaliação para verificarmos se há ou não necessidade de permanência nas áreas ou remanejamento para outras. Demos início a esta nova missão e faremos o melhor para alcançar o objetivo”, diz o comandante Operacional do Corpo de Bombeiros e coordenador geral da Operação Fênix 2020, coronel BM Reginaldo Pinheiro.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, em conjunto as Defesas Civis Municipais das regiões selecionadas, atua no recrutamento de brigadistas e no fornecimento de equipamentos de proteção individual e de materiais que serão usados no combate aos incêndios florestais. É oferecido também apoio logístico. O reforço da Operação Fênix 2020 soma-se ao efetivo das unidades dos cinco municípios base e aumenta a eficiência, eficácia e efetividade das ações de combate a incêndios florestais.