Lideranças Comunitárias participam de ciclo de encontros do TerPaz

Reuniões estreitam as relações com a comunidade e atualizam moradores sobre o andamento das obras das Usinas da Paz

07/08/2020 13h30 - Atualizada em 07/08/2020 17h35
Por Paulo Garcia (SEAC)

Primeira reunião do ciclo de encontros da Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania foi com moradores da Cabanagem A Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac) realizou na manhã desta sexta-feira (07) a primeira reunião do ciclo de encontros com os líderes comunitários dos sete territórios do programa Territórios Pela Paz (TerPaz). O primeiro grupo convidado foi o do bairro da Cabanagem.

O secretário-adjunto da Seac, Raimundo Santos Junior, explicou a motivação dos ciclos de encontros. “Começamos, a partir de hoje, a nos reunir, presencialmente, com os representantes das redes locais do TerPaz, adotando todas as medidas de segurança contra à Covid-19, no intuito de apresentar as novas estratégias e articulações que a Seac vem desenvolvendo nessa retomada gradativa das atividades e, também, atualizar a comunidade sobre o andamento das obras das Usinas da Paz”.

Liderança comunitária da Cabanagem, Silvia Setubal disse que moradores têm interesse nas obras da Usina da PazPresente à reunião, dona Silvia Setubal, uma das lideranças da Cabanagem, disse que é importante a aproximação com o Governo do Estado. “Muitas pessoas procuram a gente para saber quando irão retornar as atividades presenciais do TerPaz, então será muito bom nos atualizar sobre o andamento das ações até para repassar aos moradores”.

Um dos pontos aguardados pelos moradores foi a atualização do andamento das obras da Usina da Paz na Cabanagem. Coronel Marcos Lopes, diretor das Usinas da Paz, detalhou o status da obra e dos serviços que serão ofertados à população.

Foto geral do grupo de lideranças do bairro da Cabanagem que se reuniram com representantes de órgãos estaduais “A gente espera que a Usina da Paz seja um espaço zelado pela própria comunidade, pois o projeto está sendo construído para elas e será um grande fator de transformação de muitas vidas”, disse o coronel Marcos Lopes.

Projeto gráfico da UsiPaz da CabanagemA obra da UsiPaz da Cabanagem já está na segunda etapa com a construção da fundação. A proposta dos complexos é conter salas de audiovisual, inclusão digital e serviços como atendimento médico, odontológico, consultoria jurídica, emissão de documentos, segurança, escola de gastronomia, espaços integrados, multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade. Também serão espaços para a prática de cursos livres, espaços de dança, artes marciais, salas para musicalização e biblioteca.

Além de democratizarem o acesso ao esporte, lazer e à produção cultural, essas atividades concretizarão a convivência comunitária e propiciarão a prestação de serviços pelas secretarias estaduais e órgãos governamentais envolvidos no TerPaz.