Doação de sangue é essencial na luta contra o câncer 

Hemocentro Regional de Santarém atende mais de 20 unidades hospitalares na região oeste do Pará e conta com doadores voluntários e parcerias de entidades como a da 'Casa Rosa' para assegurar demanda de pacientes oncológicos 

03/08/2020 14h16 - Atualizada em 03/08/2020 14h29
Por Anna Cristina Campos (HEMOPA)

Voluntária da Casa Rosa no ato de doação de sangue ao Hemocentro Regional de Sanatarém no oeste paraenseA Fundação Hemopa destaca que o tratamento hematológico é essencial para quem luta contra o câncer. As transfusões de sangue e plaquetas restabelecem o quadro de saúde do paciente, melhorando o estado clínico e diminuindo a sensação da dor.   

Uma das instituições parceiras do Hemocentro Regional de Santarém é a ‘Casa Rosa’, que oferece apoio de moradia e alimentação para mulheres em tratamento oncológico no município. Todos os anos, a equipe de trabalho da Casa Rosa realiza campanhas de mobilização de doadores voluntários. 

Francisca Dias, uma das integrantes do projeto Casa Rosa, diz que a campanha já faz parte do calendário da instituição. “Nós entendemos bem como muitas pessoas precisam de transfusão. Um dos nossos princípios, na Casa Rosa, é ajudar ao próximo. E a doação de sangue é uma forma de ajudar. Uma missão que a gente realiza com muita alegria”. 

Assistente social do Hemopa Santarém, Telma Suanne afirma que o Hemocentro Regional de Santarém atende mais de 20 unidades hospitalares na região Oeste do Pará e uma das unidades que mais demanda bolsas de sangue é o Hospital Regional que atende pacientes oncológicos. 

“Essas parcerias são de extrema importância, principalmente, para os pacientes que têm câncer. Somos admiradores do trabalho desenvolvido pela Casa Rosa e mais ainda por estarem sempre com o Hemopa nesta mobilização de doadores de sangue”, destacou a assistente social do Hemopa.

PARA DOAR

O voluntário precisa ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados de um responsável legal. E se for primeira doação, até 59 anos), pesar mais 50kg, estar bem de saúde e alimentado no dia da doação.

É importante ressaltar que no momento do cadastro, o voluntário deve estar com uma carteira de identidade oficial com foto (RG, CNH, Carteira de Trabalho ou Passaporte). 

Quem teve a Covid-19, deve esperar 30 dias após a cura para doar. E quem teve contato com pessoas que tiveram Covid-19, deve esperar 14 dias após o contato. 

SERVIÇO

*Hemocentro de Santarém fica na avenida Frei Vicente, 696, entre as Alameda 30 e 31 (Aeroporto Velho). O atendimento é de segunda a sexta, das 7h às 12h30. Contato: (93) 3524-7550.