Moradores de Salinópolis recebem atendimento da Policlínica Itinerante

Serviço está disponível no município até domingo (12), em frente ao Hospital Municipal João Paulo II

11/07/2020 18h22 - Atualizada em 11/07/2020 20h30
Por Tayná Horiguchi (COSANPA)

A estrutura tem capacidade para atender até 350 pessoas por diaNeste final de semana, a Policlínica Itinerante chegou ao município de Salinópolis, no nordeste do estado. A estratégia  de combate ao coronavírus adotada pelo governo do Pará já passou por mais de 60 municípios paraenses e atendeu mais de 50 mil pessoas.

Mariana Dória é médica recém-formada e integra a equipe que está em Salinas junto com outros 25 profissionais. Ela já viajou por nove municípios, atendendo pacientes com suspeita de Covid-19.

“Eu estou desde junho viajando. No Marajó, fui para Bagre, Melgaço, Oeiras, Breves e Portel. A gente pôde observar uma grande diminuição no número de pacientes, o que se deve com certeza as ações que estamos fazendo no estado do Pará. A gente fica muito feliz com a diminuição dos casos e a melhora da saúde da população. Mas, ninguém deve se descuidar, temos que continuar usando as máscaras, lavar sempre as mãos, quem puder, deve ficar em casa e quem não puder se precavendo e evitando aglomeração”, explicou a médica Mariana Dória.

Atendimentos serão realizados até domingo (12)

A Policlínica ficará no município até domingo (12), funcionando sempre de 8h30 às 17h30. O estudante Paulo Luan apresentou sintomas e resolveu buscar atendimento médico. “Estou com dor no peito, febre, diarreia, dor de cabeça. Achei o atendimento muito bom”, elogiou.

Atendimento - A estrutura da Policlínica conta com área de triagem, consultórios médicos, laboratório e farmácia. Os casos que necessitam de exames como radiografia, tomografia e eletrocardiograma são encaminhados ao Hospital Municipal conveniado ao Sistema Único de Saúde.

“Nós oferecemos consulta médica para pacientes com suspeita de Covid-19 - de leve a moderada complexidade. Também temos a disposição exames de sangue, como o hemograma, radiografia de tórax, eletrocardiograma e tomografia”, ressaltou David Rolim, coordenador da Policlínica em Salinas.

Nos dois primeiros dias, mais de 140 pessoas foram atendidas no espaço. A estrutura tem capacidade para atender até 350 pessoas por dia.

Dona Valdenira aprovou o atendimento que recebeu e vai voltar mais tranquila para casa. “Estou com dor nas costas e como eu fiz a radiografia do tórax, trouxe de volta para a doutora e ela disse que está tudo bem. Maravilhoso o atendimento. Esse serviço dá condições para as pessoas que não podem se deslocar até a capital ou outra cidade”, comemorou.

A estrutura da Policlínica conta com área de triagem, consultórios médicos, laboratório e farmácia

Redução - Na última quinta-feira (9), o Estado do Pará computou a maior redução no número de mortes por Covid-19 no Brasil. Os dados foram divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa que realiza levantamentos sobre a doença e foram apresentados no Jornal Nacional, da TV Globo.

A diminuição foi de 45% no número de óbitos pela doença e, com isso, o Pará liderou o ranking dos cinco estados com a maior queda de registro do novo coronavírus. Outros 11 estados mostraram estabilidade, quando a variação entre a média de mortes na última quinta-feira e a média registrada há 16 dias era de até 15%, para mais ou para menos. Oito unidades da Federação tiveram aumento no número de mortes, entre elas o Distrito Federal.

Serviço:

A Policlínica Itinerante ficará no município de Salinópolis até domingo (12), na avenida Dr. Miguel de Santa Brígida, em frente ao Hospital Municipal João Paulo II. O horário de funcionamento é de 8h30 às 17h30.