Governo do Pará entrega Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba, com 164 leitos

A unidade é referência para tratamento de Covid-19, mas também atende outras especialidades, incluindo Clínica Cirúrgica e Pediátrica

09/07/2020 16h19 - Atualizada em 10/07/2020 18h53
Por Bruno Magno (CPH)

HRT terá capacidade para atender cerca de 250 mil pessoas de Itaituba e outros cinco municípiosMais de 100 mil habitantes de Itaituba, no oeste paraense, já estão sendo beneficiados pela estrutura do Hospital Regional do Tapajós (HRT) Teófilo Olegário Furtado, entregue na tarde desta quinta-feira (9), pelo governador do Estado, Helder Barbalho. Projetada para ofertar serviços de alta complexidade, a unidade também está atendendo pacientes diagnosticados ou com suspeita de Covid-19, juntamente com as demais especialidades. Construído em uma área de 16.290 metros quadrados, o HRT conta com 164 leitos, que reforçam a rede de saúde pública no sudoeste do Pará.

“Esse hospital é o resgate de um sonho da população do Tapajós, para que as pessoas possam ter atendimento, descentralizando os serviços e garantido com que Itaituba, Aveiro, Rurópolis, Trairão, Novo Progresso e Jacareacanga possam ter uma referência em saúde. Vamos fazer o atendimento para pacientes com a Covid-19, e também dar suporte em saúde em outras especialidades nesta região” - governador Helder Barbalho, que visitou as dependências do hospital.

Unidade terá 164 leitos, entre clínicos e de UTI, que vão reforçar a saúde pública da regiãoNa oportunidade, o chefe do Executivo estadual adiantou que a entrega do Hospital de Campanha de Altamira, exclusivo para pacientes com sintomas da doença provocada pelo novo coronavírus, será no próximo dia 18. A ideia é desafogar a oferta de atendimento em saúde na região do Xingu.

Com a pandemia estabilizada, o Hospital Regional do Tapajós oferece serviços de urgência e emergência de natureza clínica e cirúrgica nas áreas de Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Clínica Pediátrica e Clínica Obstétrica. O HRT tem capacidade para atender cerca de 250 mil pessoas, oriundas de Itaituba e outros cinco municípios da região do Tapajós, como Novo Progresso, Trairão, Jacareacanga, Aveiro e Rurópolis.

A nova unidade hospitalar também dispõe de um ambulatório com nove consultórios, para atendimento em Clínica Geral, Traumatologia, Ortopedia, Cardiologia, Infectologia e Urologia. A seção ambulatorial dispõe, ainda, de serviços de enfermagem, coleta de exames, farmácia, eletrocardiograma, psicologia, terapia ocupacional e serviço social, e de centro cirúrgico com oito salas, sendo duas para Obstetrícia.

Um dos procedimentos mais importantes oferecido em nível ambulatorial é a Terapia Renal Substitutiva, com 22 máquinas de hemodiálise – o que evitará o deslocamento de pacientes renais para atendimento em outras regiões do Estado.

Centro de diagnóstico oferta serviços de laboratório de análises clínicas, além de outros exames, como tomografiaExames – Como suporte ao atendimento médico, o HRT conta com um centro de diagnóstico com serviços de laboratório de análises clínicas, raios-X, raios-X telecomandado, mamografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, ecocardiograma, eletrocardiograma, eletroencefalograma, Holter, Mapa, teste ergométrico, endoscopia e colonoscopia.

Para o enfermeiro Alexandre Guimarães, 35 anos, o novo hospital trouxe esperança para os moradores de Itaituba e região. “Chega na hora exata para valorizar a nossa região, trazendo emprego e fazendo com que as pessoas que precisem de internação possam ser atendidas aqui mesmo no município. Não só Itaituba, mas outros cidades também vão dispor deste hospital grandioso”, disse.

Segundo o prefeito de Itaituba, Valmir Clímaco de Aguiar, a nova unidade vai ajudar na melhoria da saúde pública municipal. “Importante ressaltar que o hospital não atende somente aos pacientes com o novo coronavírus, mas também pacientes com outras enfermidades. O interesse tanto do governador quanto da prefeitura é que atender a todas as outras especialidades”, ressaltou.

Durante a agenda, Helder assinou convênio para criação da Maternidade da Itaituba, em parceria com a prefeituraConvênios – O governador Helder Barbalho também assinou convênio para criação da Maternidade Municipal da Itaituba, em parceria com a prefeitura local, além de outro convênio para readequação da BR-230, a Transamazônica, no trecho urbano que corta Itaituba.

Participaram da cerimônia de entrega do HRT o secretário de Estado de Saúde Pública, Romulo Rodovalho Gomes; o prefeito de Itaituba, Valmir Clímaco de Aguiar; o secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto; os deputados federais José Priante e Júnior Ferrari, e dom Vilmar Santos, bispo de Itaituba, além de outras autoridades locais.