Sábado com atendimento tranquilo para beneficiários do Fundo Esperança

Agências do Banpará abriram excepcionalmente para agilizar o acesso ao benefício e não registraram aglomerações

13/06/2020 15h41 - Atualizada em 13/06/2020 17h31

Dia de atendimento tranquilo na manhã deste sábado (13) em 15 agências do Banco do Estado (Banpará), na Região Metropolitana de Belém, que abriram excepcionalmente para atender clientes do Fundo Esperança, iniciativa do Governo do Pará destinada a conter os efeitos econômicos da pandemia. Foram atendidas pessoas inscritas independentemente da data de nascimento, para agilizar o acesso dos beneficiários ao valor acordado no contrato.Sem aglomeração em frente às agências, o Banpará continuou o atendimento aos beneficiários do Fundo Esperança

O expediente estava programado para começar às 8 h e encerrar às 14 h, mas devido à demanda reduzida algumas agências fecharam ao meio-dia. “Já atendemos alguns. Hoje aqui está muito tranquilo; poderíamos ter atendido mais”, disse Edilene Pereira Lopes, gerente-geral de uma agência localizada no bairro da Pedreira.

O atendimento contemplou pessoas inscritas independentemente da data de nascimentoEste foi o segundo sábado que o Banpará abriu as portas para os beneficiários da linha de crédito criada pelo governo estadual, para ajudar trabalhadores que estão sentindo os impactos financeiros da pandemia.

Francisco Andrade trabalha com venda de roupas e acessórios por aplicativo e gostou de não ver aglomeração nos bancos. Ele também ressaltou a importância do apoio financeiro garantido pelo Estado. “Veio em uma boa hora. Creio que vai ajudar bastante meu negócio. Agradeço ao Banpará”, declarou. 

Mais de 53 mil cadastrados, entre micro e pequenos empresários, trabalhadores informais e da economia criativa de vários setores, já foram contemplados em todo o Pará, totalizando R$ 123 milhões sacados, na primeira e na segunda etapa do programa.O Fundo Esperança tem mais de 53 mil cadastrados, entre micro e pequenos empresários

Eficiência - Desde a última segunda-feira (8) o Banpará aderiu a um cronograma de atendimento diferenciado aos inscritos no Fundo Esperança, e a medida foi bem avaliada pelo diretor Comercial e de Fomento do banco, Jorge Antunes. “A gente diminuiu bastante as filas na porta das agências, e isso é bem visível. Os clientes esperam muito menos, o atendimento é muito mais rápido. Então, a medida comprovou ser acertada”, frisou.

Na próxima segunda (15) será retomado o cronograma, em que cada dia da semana equivale a um mês do calendário e, portanto, ao dia agendado para o comparecimento dos beneficiários que fazem aniversário nos meses equivalentes às datas.  Os nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio foram atendidos na segunda, terça, quarta, quinta e sexta-feira desta semana, respectivamente. Os que aniversariam de julho a dezembro devem estar atentos ao dia determinado pelo calendário que está disponibilizado abaixo e nas redes sociais do Banpará. Quem ainda não pôde comparecer no dia correspondente à data de nascimento será atendido posteriormente, ao final da sequência.

O Fundo Esperança é uma medida do Governo do Estado, gerenciada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) e operacionalizada pelo Banpará, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PA). São R$ 200 milhões disponibilizados pelo Erário estadual para amenizar os impactos da pandemia de Covid-19 na economia do Pará.

Calendário de retirada do benefício em todo o Estado conforme o mês de nascimento:

Segunda-feira - dia 15.06.2020: Junho

Terça-feira - dia 16.06.2020: Julho

Quarta-feira - dia 17.06.2020: Agosto

Quinta-feira - dia 18.06.2020: Setembro

Sexta-feira - dia 19.06.2020: Outubro

Segunda-feira - dia 22.06.2020: Novembro

Terça-feira - dia 23.06.2020: Dezembro

Por Raiana Coelho (SECOM)