Sedop dá sequência às obras de Macrodrenagem do Tucunduba

O objetivo é que a água do esgoto seja devolvida à natureza com até 95% de tratamento

28/05/2020 16h30
Por Matheus Rocha (SEDOP)

A Estação de Tratamento de Esgoto terá dois módulos de tratamento, um exclusivo para o Tucunduba e outro para os residenciais do Riacho Doce, Liberdade e PantanalA Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) está dando sequência ao projeto de Macrodrenagem da Bacia do Tucunduba, em Belém. A conclusão da obra foi tomada como prioridade pela gestão do governador Helder Barbalho. 

Na manhã desta quinta-feira (28), o secretário Adjunto de Gestão e Desenvolvimento Urbano da Sedop, Valdir Acatauassú, visitou o local onde será construída a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Riacho Doce, que vai receber o esgoto dos bairros beneficiados pela macrodrenagem. De acordo com o secretário, o principal objetivo do projeto é dar melhores condições de saúde e de vida para a população.  

Secretário adjunto Waldir Acatauassu e engenheiros“A Estação de Tratamento de Esgoto terá dois módulos de tratamento, um exclusivo para o Tucunduba e outro para os residenciais do Riacho Doce, Liberdade e Pantanal. O objetivo é que a água do esgoto seja devolvida à natureza com até 95% de tratamento”, explica. 

A construção da estação de tratamento faz parte do primeiro trecho da segunda etapa de obras da macrodrenagem da bacia do Tucunduba, compreendido entre a Rua São Domingos e a Rua dos Mundurucus. Esta etapa da obra conta com um investimento de mais de R$ 38 milhões e tem previsão de conclusão de um ano. 

Seu Raimundo Nonato está na expectativa pela conclusão da obraSeu Raimundo Nonato mora há mais de 20 anos no bairro do Guamá e vê com alegria a execução do trabalho. “Essa obra vai ser de suma importância para nós que moramos aqui na área. O trabalho ficou parado por muito tempo, mas, agora, nós esperamos que ele seja concluído”, afirmou o morador. 

Além da conclusão do primeiro trecho da obra de macrodrenagem, com a construção da estação de tratamento, a Sedop também segue trabalhando nos outros dois trechos que compõem o projeto. No segundo trecho, que vai da Rua dos Mundurucus até a rua 2 de Junho, as obras estão em andamento. O prazo para a conclusão desta etapa é março de 2021. 

Segundo trecho já está em andamento com previsão para 2021Já no terceiro trecho, que vai da rua Rua 2 de Junho até a Travessa da Vileta, a Sedop concluiu, recentemente, o processo de licitação para contratação da empresa que será responsável pela obra. A Sedop está fazendo tratativas para viabilizar, de forma ordenada, a desocupação de áreas invadidas. A expectativa é de que os trabalhos iniciem em meados do próximo mês de junho. 

De acordo com o secretário Adjunto Valdir Acatauassú, a expectativa, seguindo o cronograma de obras já estabelecido, é de que a obra de macrodrenagem do Tucunduba seja concluída até o final do ano de 2021.