Policlínica Itinerante já atendeu mais de 5 mil pacientes no interior

A ação de saúde levou atendimento para pacientes de baixa e média complexidade com sintomas da Covid-19 em Santo Antônio do Tauá, Castanhal, Bragança e segue em Cametá

26/05/2020 15h33 - Atualizada em 26/05/2020 19h51
Por Giovanna Abreu (SECOM)

Estrutura oferece atendimento ambulatorial, exames e medicamentos para a populaçãoMais de 5 mil pacientes já foram atendidos pela equipe multidisciplinar da Policlínica Itinerante no interior do Estado. “Em Santo Antônio do Tauá registramos 700 pacientes atendidos. Seguimos para Castanhal, onde foram atendidas 1.500 pessoas, durante os quatro dias da ação. Então, levamos as unidades móveis para Bragança e logo após para Cametá, com atendimentos de forma simultânea. Nesta terça-feira (26), encerramos as atividades em Bragança, com 1.870 atendidos e em Cametá, onde o projeto atua até amanhã, já registramos o atendimento de 1.231 pessoas”, informa o coordenador de contingência da Policlínica Itinerante, Sipriano Ferraz.

Poli Itinerante segue em Cametá até o dia 27O programa foi criado para dar suporte aos municípios com os maiores números de casos confirmados do novo coronavírus e faz parte dos serviços do Governo do Estado para colaborar no enfrentamento da pandemia. O objetivo é levar atendimento ambulatorial para pacientes de baixa e média complexidade que estão com sintomas da doença. “Esse projeto está sendo um sucesso por onde passa. Alcançamos muitas pessoas que necessitavam de um atendimento de qualidade e conseguimos disponibilizar exames laboratoriais e tomografias, assim como, os medicamentos necessários logo após o atendimento da equipe multidisciplinar”, afirma Sipriano. 

Itinerante - A primeira cidade a receber a ação, que iniciou no dia 14 de maio, foi Santo Antônio do Tauá, no nordeste paraense. Após três dias de atendimento, as unidades móveis seguiram para Castanhal e iniciaram os atendimentos no dia 18 de maio, onde foram realizados quatro dias de ação e o atendimento de 1.500 pacientes. O município de Bragança, no nordeste paraense, foi o terceiro a receber os serviços da Policlínica Itinerante, desde o último sábado (23) até esta terça-feira (26). Ao todo, 1.870 pacientes foram atendidos, representando a maior ação entre as cidades atendidas. 

Desde domingo (24), de forma simultânea com Bragança, a cidade de Cametá, na Região Tocantins, vem recebendo atendimento das unidades móveis de saúde. “Conseguimos alcançar a população ribeirinha das proximidades de Cametá. Nessa terça-feira (26), encerramos o terceiro dia de atendimento, com 1.231 pacientes registrados e continuaremos os serviços até amanhã”, garante o coordenador.

Serviço: A Policlínica Itinerante Cametá está instalada no Centro Esportivo, que fica em frente ao Hospital Regional do Município.