Pará reforça saúde e dialoga com lideranças comunitárias da região Tocantins

25/05/2020 15h41 - Atualizada em 25/05/2020 16h37
Por Ronan Frias (COHAB)

No início da tarde desta segunda-feira (25), o governador do Estado, Helder Barbalho, visitou as instalações do Hospital Regional de Cametá, na região Tocantins. Helder acompanhou de perto a situação estrutural da unidade e também o atendimento que é disponibilizado aos pacientes acometidos pela Covid-19.

"A estratégia é trazer atendimento de qualidade. Estamos fortalecendo os hospitais regionais de Abaetetuba, Cametá e Tucuruí. Dessa forma, vamos atender os municípios polos e garantiremos atendimento adequado ao perfil dos pacientes daqui", frisou Helder Barbalho, governador do Pará.

Atualmente, o Regional de Cametá atende a população dos municípios: Cametá, Limoeiro do Ajuru, Oeiras do Pará, Baião e Mocajuba. O Hospital é uma das unidades de referência para pacientes da Covid-19, com 50 leitos exclusivos para o tratamento de vítimas do novo coronavírus, sendo oito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). A taxa de ocupação dos leitos está em 66%.

De acordo com o diretor da unidade, Victor Cassiano, o reforço que vem sendo dado a estrutura é fundamental para o enfrentamento a pandemia. "Nós recebemos seis respiradores e equipamentos como bombas infusão e monitor multiparamétrico para estruturar nosso hospital. Assim, estamos desenvolvendo a nossa estratégia de atender os casos de síndrome aguda respiratória".

Diálogo Regional

Ainda durante o cumprimento da agenda no município, o Governador participou de uma reunião com movimentos sociais. O encontro, realizado na campus da Universidade Federal do Pará no município, reuniu vereadores, professores e também lideranças religiosas. Entre os assuntos na pauta estavam os atendimentos de saúde na região.

"É fundamental ouvir todos aqueles que vivenciam o dia a dia do desafio de enfrentar o novo coronavírus. Aqui em Cametá, esse diálogo com os movimentos sociais é importante para fortalecer as ações de diagnóstico precoce e de atendimento no Hospital Regional", pontuou Helder Barbalho.

"Os movimentos sociais de seis municípios se organizaram e nós nos reunirmos. O governador apresentou as ações que estão sendo desenvolvidas em prol da saúde da população", contou Doriedson Rodrigues, coordenador do campus Cametá da Ufpa.