Fundo Esperança já está disponível para 25% dos cadastrados

São R$ 60 milhões que serão logo liberados, dos R$ 200 milhões que o programa vai dispor para micro e pequenas empresas, trabalhadores informais e da economia criativa

14/04/2020 21h23 - Atualizada em 14/04/2020 21h55
Por Carol Menezes (SECOM)

Quase 25 mil solicitantes dos recursos do Fundo Esperança que se cadastraram já poderão fazer os saques nos próximos dias. A partir do uso de Inteligência Artificial, o governo do Estado conseguiu realizar o cruzamento dos cadastros com dados da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), e assim disponibilizar os valores diretamente ao Banco do Estado do Pará (Banpará) - aproximadamente R$ 60 milhões, dos R$ 200 milhões totais do programa de crédito. Os beneficiários serão avisados por telefone, numa parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Governador Helder Barbalho durante a videoconferência com o Grupo de Trabalho do Ajuste FiscalA ação foi uma das deliberações de uma reunião do Grupo de Trabalho do Ajuste Fiscal, realizada por meio de videoconferência liderada pelo governador Helder Barbalho. Durante a audiência, foram discutidos outros temas relacionados ao enfrentamento ao novo Coronavírus, como a variação da estimativa da receita do Estado, alinhamento das despesas, avaliação das demandas judicializadas e o próprio balanço da gestão do Fundo Esperança, bem como a determinação de projetos prioritários para as áreas de transportes e obras públicas.

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adler Silveira, essa foi uma das ações do comitê gestor do Fundo - formado pelo Governo do Estado, Sebrae e Banpará - feitas para agilizar o recebimento dos valores. "Através da Inteligência Artificial eliminamos a entrevista por telefone para essa base de cadastros, e conseguimos concluir, em um fim de semana, 22 mil análises com sucesso, sendo que a média, por telefone, era de 2 mil por dia", informou o secretário.

Expectativa - A meta é estender essa metodologia para o restante da base de cadastros, seja CNPJ ou os que se inscreveram como pessoa física (CPF), seja profissional informal ou de economia criativa. Pela interface, "com esse novo modelo de análises, a expectativa é tornar ainda mais rápido o atendimento dos demais solicitantes, e consequentemente a liberação de recursos, já que as ligações passam a ser mais rápidas", avaliou Adler Silveira.

O Fundo Esperança é uma iniciativa do Governo do Pará destinada às micro e pequenas empresas, trabalhadores informais e da economia criativa, criada para mitigar os impactos econômicos provocados pela pandemia de Covid-19. Cerca de 100 mil solicitações válidas foram registradas pela plataforma, e serão atendidas para melhorar a vida de milhares de paraenses.