Corpo Militar de Saúde da PM promove 1º Curso de Capacitação Técnica

Nesta etapa, 25 técnicos de enfermagem da corporação foram treinados em Belém

15/02/2020 14h50 - Atualizada em 15/02/2020 15h13
Por Taiane Figueiredo (PM)

A Polícia Militar, por meio do Corpo Militar de Saúde (CMS), realizou o I Curso de Capacitação Técnica em Saúde, na manhã deste sábado (15), na sede do Hospital da Polícia Militar (HPM), em Belém.

O curso é uma iniciativa da diretoria do HPM e tem o objetivo de capacitar, readequar e reciclar os militares que atuam na área da saúde, como um aperfeiçoamento para os principais atendimentos de urgência e emergência realizados pelos agentes no dia a dia, como imobilização da vítima com traumatismo, reanimação e contenção de hemorragias externas.

“Nós fizemos várias reuniões e discutimos as maiores necessidades durante nossas missões. Hoje nós estamos capacitando 25 técnicos de enfermagem da PM e já estamos pensando em um segundo evento, desta vez no Instituto de Ensino de Segurança Pública do Pará, em Marituba, englobando também os policiais que atuam na área da saúde em municípios próximos à Região Metropolitana, como Castanhal”, comentou a diretora do HPM, tenente-coronel Adriana Chada Chaves.

e acordo com ela, o intuito é expandir o projeto piloto às demais regiões do Estado. “Onde houver um profissional de saúde da PM, nós pretendemos levar essa capacitação”, complementou a tenente-coronel.

Com os temas "Protocolos do traumatismo e Reanimação Cardiorrespiratória", "Controle de Hemorragias" e "Imobilização de Fraturas Expostas e Não Expostas", as palestras abordaram temáticas e procedimentos de caráter preventivo, desde a localização dos equipamentos e utensílios médicos dentro da ambulância, até o uso e aplicação deles no atendimento médico.

Para a subtenente Marluce Silva, o curso funciona como um incentivo aos policiais militares que atuam na área da saúde. “Para nós, que estamos à frente das missões, como reintegração de posse e Teste de Aptidão Física, é importante que estejamos mais preparados”, comentou.

O diretor do Corpo Militar de Saúde, coronel Lísio Capela Hermes, também acompanhou a Capacitação Técnica em Saúde e ressalta que todos os policiais militares do quadro de saúde ou que atuem na área, como motoristas das ambulâncias, por exemplo, devem estar capacitados e preparados a prestar um serviço de atendimento de urgência e emergência eficaz.

“Nós nos propomos ao resgate, ao apoio de saúde então o ensino continuado é necessário para que nós o façamos com excelência. Na ponta, isso vai determinar a vida de alguém”, concluiu o coronel Hermes.

Texto: Willian Salles