Assentados de Abaetetuba recebem crédito rural para produção de açaí

Pronaf A disponibiliza entre R$20 e R$25 mil, podendo ser pagos com juros de 0,5% ao ano

04/02/2020 13h11 - Atualizada em 04/02/2020 16h34
Por Aline Miranda (EMATER)

Assentados da reforma agrária de Abaetetuba, na região Tocantins, estão tendo acesso a crédito rural específico para a categoria por meio do atendimento do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), em parceria com o Banco da Amazônia (Basa) e com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR). Das 72 ilhas do município, 27 são regularizadas como áreas de assentamento federal, com o registro de pelo menos sete mil famílias.

Ano passado foram contratados 300 projetos da linha A do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A meta para este ano é de 500. Tais projetos variam de R$ 20 mil a R$ 25 mil individualmente e são direcionados, em maior parte, ao manejo de açaizais nativos. As famílias com menos de três hectares e pertencentes à Colônia Z-14 são contempladas com recursos para pesca artesanal.   

“O Pronaf A é um crédito muito especial. É uma espécie de prêmio para o assentado, uma oportunidade real de geração de trabalho e renda, porque o governo absorve cerca de 40% do valor como subsídio e o restante fica a ser pago sob um juro mínimo: 0,5 % ao ano”, explica o chefe do escritório local da Emater em Abaetetuba, o técnico em agropecuária, Francisco de Assis.  O limite para pagamento é de até 10 anos, com três anos de carência.