Mais de 100 alunos concluem ensino técnico na Escola Deodoro de Mendonça

O ensino profissionalizante, oferecido pela Seduc em vários municípios, qualifica jovens para o mercado de trabalho

24/01/2020 17h01 - Atualizada em 24/01/2020 22h48
Por Leidemar Oliveira (SEDUC)

O gesto clássico do arremesso do capelo marcou a solenidade de formatura na escolaSorrisos, lágrimas, abraços e muita emoção marcaram o clima da solenidade de formatura de 105 alunos, de vários cursos técnicos, da Escola Estadual de Ensino Médio e Técnico Deodoro de Mendonça. A solenidade reuniu alunos e familiares na noite de quinta-feira (23), no auditório da Fundação Cultural do Pará (FCP), em Belém.

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) oferta o ensino técnico profissionalizante em diversos municípios paraenses. A qualificação técnica objetiva aprimorar as habilidades dos estudantes para funções específicas no mercado de trabalho, que está cada vez mais exigente. A requalificação profissional é um diferencial no mercado de trabalho.

Educadores, alunos, familiares e amigos lotaram o auditório da Fundação Cultural do ParáA Escola Deodoro de Mendonça oferta cursos técnicos em Informática, Logística, Segurança do Trabalho e Administração. Durante a cerimônia de diplomação, a diretora Eliana Telles destacou o pioneirismo da unidade, que desde 2012 adotou o ensino profissionalizante, servindo de exemplo a várias escolas estaduais de Belém.Juramento dos concluintes, que aprovam as oportunidades oferecidas pelo ensino profissionalizante

Opções - Na escola, os alunos têm a opção de cursar o ensino regular e prosseguir nos cursos técnicos, nas modalidades Pós-médio, Integrado e Proeja (Programa de Educação de Jovens e Adultos). “Nos sentimos realizados, gestores, professores e coordenadores. É prazeroso para a gente, como profissionais da área de educação, chegar ao ápice. Ter o sentimento de dever cumprido é muito gratificante”, afirmou.

A estudante Natália Ferreira recebendo o documento de conclusão do cursoNatália Ferreira, 22 anos, cursou a educação básica nas escolas estaduais Almirante Renato Guillobel e Avertano Rocha. Fez o Subsequente na “Deodoro de Mendonça”, onde concluiu o curso técnico em Logística. No curso superior optou por Engenharia Ferroviária e Logística, associando os dois cursos. Emocionada, ela declarou que “foi com muita luta que cheguei até aqui. Mas foi muito gratificante. Agradeço aos meus familiares e a todos os professores que nos deram toda a atenção durante o curso, com aulas teóricas e de laboratório”.