Segup mantém esquema de segurança para o segundo final de semana de pré-carnaval

Reunião de avaliação foi realizada e pontuou ajustes para os próximos eventos, neste sábado e domingo

16/01/2020 12h59 - Atualizada em 16/01/2020 14h41
Por Laís Menezes (SEGUP)

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) realizou, nesta quinta-feira (16), uma reunião de avaliação das ações desenvolvidas no primeiro final de semana da Operação Pré-Carnaval, bem como ajustes para os próximos eventos que serão promovidos no sábado e domingo (18 e 19). O reforço no policiamento será mantido.

As ações que serão intensificadas, principalmente no bairro da Cidade Velha, têm como objetivo garantir mais segurança e tranquilidade para os brincantes e moradores do entorno. A Operação Pré-Carnaval é executada pelos órgãos integrados do Sistema de Segurança Pública desde o último dia 11 de janeiro e seguirá até 9 de fevereiro com cerca de 300 agentes e 60 viaturas envolvidas, municipais e estaduais.

Para o próximo final de semana, alguns reajustes foram pontuados, como a colocação de mais um posto de observação e instalação de plataforma elevada de onde policiais e bombeiros conseguem visualizar possíveis ocorrências.

“Todo o planejamento foi cumprido pelas instituições no evento passado e isso gerou um êxito das ações que realizamos. Pequenos ajustes devem ser feitos para o segundo final de semana, como a colocação de mais um posto de observação na rua Dr. Assis com a Tamandaré, onde há a dispersão dos blocos, e a policia avaliou como ponto sensível para a observação dos agentes. Além disso, mudanças no trânsito também devem ser tomadas, como na rua Ângelo Custódio com Tamandaré, que se percebeu a concentração de veículos com som automotivo”, afirmou o diretor do Núcleo de Planejamento Operacional da Segup, Alexandre Mascarenhas.

Ocorrências – O primeiro final se semana não registrou ocorrências graves. A Polícia Civil computou três procedimentos, sendo uma autuação por alcoolemia na direção de veículo, um flagrante de corrupção ativa e um desacato. A PC atuou com o reforço de 15 agentes e três viaturas.

Já o Corpo de Bombeiros registrou três atendimentos, sendo dois por coma alcoólico e uma fratura. Ao todo, 80 agentes trabalharam no final se semana dos dias 11 e 12 de janeiro.

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) realizou 46 autuações, entre infração por alcoolemia, computando oito casos; um crime de trânsito por dirigir sob efeito de álcool com nível acima de 0,34 miligramas; infração por recusa de fazer o bafômetro; e recolhimentos de documentos de CNH e CRLV. Nenhum acidente foi registrado.

A Polícia Militar realizou aproximadamente 80 abordagens em ações preventivas. Nenhuma ocorrência relevante foi computada. Mais de 120 agentes participaram das ações na área da Cidade Velha.

Interdição de vias – Às 14h é realizada a interdição de todas as travessas que cortam a Tamandaré, no perímetro entre a rua Dr. Assis até a Ângelo Custódio. As vias só são liberadas após às 19h, depois da dispersão dos brincantes. Os ônibus que costumam passar pela Dr. Assis seguirão pela avenida 16 de Novembro para acessar a Tamandaré ou seguir pelas vias posteriores.

Revistas – A segurança começa desde a entrada do circuito, que este ano ocorrerá na avenida Almirante Tamandaré e terá um percurso de aproximadamente um quilometro. Dois acessos estarão disponíveis para os foliões para a entrada no corredor do carnaval. Um na Tamandaré com a travessa Monte Alegre e o outro com a rua Dr. Assis. Revistas pessoais serão realizadas por agentes de segurança privada em todos os foliões, a fim de impedir a entrada de materiais ilícitos nos dois acessos principais.

Posto – Um posto de comando integrado está instalado na Praça do Arsenal. Ainda no corredor da folia, plataformas de observação elevadas irão abrigar um policial militar e um bombeiro para monitorarem a passagem dos blocos e foliões. A qualquer atitude suspeita, informações serão repassadas ao policiamento ostensivo mais próximo para que possa agir. A operação contará ainda com o monitoramento em tempo real por meio de quatro câmeras instaladas no corredor da folia.

Fiscalização – Haverá ainda a fiscalização em casa de shows e ações preventivas contra incêndios e outras emergências. A Seccional Urbana do Comércio, na rua Avertano Rocha, ganhará reforço de delegados, escrivães e investigadores para receber as ocorrências policiais provenientes da Operação Pré-Carnaval.

Dispersão – Após o término de toda a programação, policiais militares farão o policiamento em paradas de ônibus, objetivando evitar qualquer tipo de ocorrência ao final do evento e garantir um retorno seguro pra os brincantes.