Sistema prisional do Pará é reforçado com cerca de 400 novos servidores

Cerimônia de posse foi presidida pelo governador do Estado, Helder Barbalho

05/12/2019 11h25 - Atualizada em 09/12/2019 12h06
Por Larissa Noguchi (SECOM)

Novo concursados comemoram posse ao lado do governador Helder BarbalhoO Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), realizou na manhã desta quinta-feira (5), no Hangar, a posse dos 389 novos profissionais concursados. A cerimônia foi presidida pelo governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, e contou com a presença do secretário de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos, além de outras autoridades.

Os novos servidores são da área meio, de nível médio e superior, e irão reforçar o sistema em diversas atuações, como saúde, tecnologia e administração, após dois meses de curso de formação profissional. A preparação trabalhou as disciplinas básicas do sistema penal: Fundamentos Jurídicos da Pena, Adequação da Função Profissional à realidade do Sistema Penal no Pará e Planejamento das Edificações Prisionais, este último voltado para arquitetos e engenheiros.

Secretário Jarbas Vasconcelos ressaltou que os novos servidores são fundamentais para o reforço do sistema penitenciárioO secretário Jarbas Vasconcelos ressaltou a importância desses novos servidores para o reforço do sistema penitenciário, já que, com a criação da Seap, o administrativo penitenciário é reconfigurado para melhor atender a segurança pública. “O sistema prisional do Pará era visto como atrasado e agora passa a ser visto, aos olhos do Brasil, como um modelo penitenciário que caminha bem”.

Os concursados serão distribuídos pelos municípios da Região Metropolitana de Belém (RMB) e interior do Estado. Foram preenchidas 215 vagas de nível médio e 174 de nível superior. As de nível médio são assistente administrativo, assistente de informática, eletricista e técnico em enfermagem. Os cargos de nível superior são voltados para as áreas de Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Estatística, Informática, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia em Segurança do Trabalho, Biomedicina, Enfermagem, Medicina, Odontologia, Pedagogia, Psicologia e Serviço Social.

Para Letícia Campos, que foi empossada para o cargo de contadora, a cerimônia marca um momento único para quem inicia a carreira no serviço público. “Representa uma grande conquista, o término de um ciclo e o início de outro. Espero desempenhar um excelente trabalho. Lutamos muito para ocuparmos essas vagas. Vamos mostrar serviço para a sociedade”, garantiu.

Helder Barbalho anunciou que, em janeiro, novos agentes penitenciários concursados serão convocadosO governador do Pará anunciou que, em janeiro, serão chamados os agentes penitenciários concursados que irão compor o sistema de segurança.

“Estamos a cada instante fortalecendo a estrutura da segurança pública para entregar para a sociedade um ambiente de paz. O sistema penitenciário é, absolutamente, estratégico e o que nós estamos fazendo é a transformação de procedimentos, paradigmas e controle do sistema carcerário” - Governador Helder Barbalho.

Números – Em agosto de 2019, 485 agentes penitenciários, oriundos do concurso C-199, foram empossados pelo governador do Estado também em cerimônia no Hangar. O efetivo foi distribuído nas unidades prisionais localizadas na Região Metropolitana de Belém, Carajás, Guamá, Xingu e Baixo Amazonas.

Na ocasião, o governo do Estado também convocou outros 642 candidatos excedentes aprovados no mesmo concurso, mas que ainda estão passando pela fase de formação, que dura cerca de quatro meses. Com esses acréscimos, o novo quadro funcional de agentes penitenciários da Seap subirá para 3.530, considerando a somatória do atual quadro (2.403) e o novo efetivo (1.127).

Ouça a matéria completa: